Repositório Digital

A- A A+

Caracterização da fauna parasitária do pseudalopex gymnocercus (Graxaim-do-campo) e do cerdocyon thous (graxaim-do-mato) na região do Rio Grande do Sul

.

Caracterização da fauna parasitária do pseudalopex gymnocercus (Graxaim-do-campo) e do cerdocyon thous (graxaim-do-mato) na região do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização da fauna parasitária do pseudalopex gymnocercus (Graxaim-do-campo) e do cerdocyon thous (graxaim-do-mato) na região do Rio Grande do Sul
Autor Ruas, Jerônimo Lopes
Orientador Brum, Joao Guilherme Werner
Data 2005
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Babesia spp.
Cerdocyon thous
Ectoparasitoses
Helmintos
Parasitologia veterinária
Pseudalopex gymnocercus
[en] Babesia spp
[en] Cerdocyon thous
[en] Ectoparasites
[en] Helminths
[en] Pseudalopex gymnocercus
Resumo Com o objetivo de estudar a fauna parasitária de Cerdocyon thous e Pseudalopex gymnocercus foram estimadas a prevalência, a intensidade média de infecção e abundância de helmintos gastrintestinais e artrópodes nesses hospedeiros. Foram capturados 40 canídeos silvestres na Região Sul do Estado do Rio Grande do Sul, nos municípios de Pedro Osório e Pelotas. Os animais foram capturados usando-se armadilha tipo Live Trap. Logo após a captura, os animais eram sedados, momento em que se coletava sangue e buscava-se coletar artrópodes ectoparasitos mediante exame minucioso. Em seguida os animais eram transportados para o Laboratório de Parasitologia do Departamento de Microbiologia e Parasitologia do Instituto de Biologia da UFPel, onde eram sacrificados usando-se pentobarbital sódico. Após a necropsia, os compartimentos do trato digestório, respiratório e renal foram isolados e examinados na busca de parasitos. O crânio dos animais foi usado para identificação taxonômica dos canídeos, dos quais 45% eram C. thous e 55% P. gymnocercus, podendo-se inferir que ambos canídeos são encontrados habitando a região fisiográfica desse trabalho. A totalidade dos animais (100%) apresentou-se parasitado. Amblyomma aureolatum é o carrapato com maior prevalência em P. gymnocercus (23,7%) e C. thous (61,11%) na região sul do Rio Grande do Sul. Nos nematódeos, os parasitos mais freqüentes foram: Ancylostoma caninum (C. thous 22,22%e P. gymnocercus 45,45%), Molineus felineus (C. thous 5,56% e P. gymnocercus 9,90%), Strongyloides spp. (C. thous 16,67% e P. gymnocercus 22,73%), Trichuris spp (C. thous 11,11% e P. gymnocercus 13,64%), e Capillaria hepática (C. thous 5,56% e P. gymnocercus 13,64%). Nos trematódeos, os parasitos encontrados foram: Alaria alata (C. thous 50,00% e P. gymnocercus 36,36%) e Athesmia heterolecithodes (C. thous 5,56%). Nos cestódeos, os parasitos encontrados foram: Spirometra spp (C. thous 61,11% e P. gymnocercus 54,55%) e Diphillobotriidae (C. thous 77,78% e P. gymnocercus 81,82%). Nos Acanthocephala os parasitos encontrados foram: Centrorhynchus sp. (C. thous 5,56%). Nos protozoários, os 7 parasitos encontrados foram: Babesia spp (P. gymnocercus 13,64%), diagnosticada por exame direto.
Abstract With the objective of studying parasitic fauna of Cerdocyon thous and Pseudalopex gymnocercus the prevalence, mean intensity of infection and abundance of gastrintestinal helminths and arthropods were observed in those hosts. 40 wild canids were captured in the South Area of the State of Rio Grande do Sul, in the counties of Pedro Osório and Pelotas. The animals were captured being used trap type “Live Trap”. Therefore after the capture, the animals were anesthesied and in that moment, the blood was collected and the presence or not of ectoparasites was observed. Therefore the animals were transported for the Laboratory of Parasitology, Department of Microbiology and Parasitology, Institute of Biology, UFPel, where they were sacrificed being used sodic pentobarbitol. After this, the portions of the intestinal and respiratory tract and kidney were isolated and examined in the search of parasites. The skull of the animals was used for the taxonomic identification of the hosts. C. thous (45%) and P. gymnocercus (55%) where observed. All hosts (100%) were parazited by some parasite type. Two species of Amblyomma were identified: A. aureolatum and A. tigrinum. Among the nematoda, the most frequent parasites were: Ancylostoma caninum (C. thous 22,22%e P. gymnocercus 45,45%), Molineus felineus (C. thous 5,56% e P. gymnocercus 9,90%), Strongyloides spp. (C. thous 16,67% e P. gymnocercus 22,73%), Trichuris spp (C. thous 11,11% and P. gymnocercus 13,64%), and Capillaria hepática (C. thous 5,56% and P. gymnocercus 13,64%). Among the trematoda, were found Alaria alata (C. thous 50,00% and P. gymnocercus 36,36%) and Athesmia heterolecithodes (C. thous 5,56%). Among the cestoda, the found parasites were: Spirometra spp. and Diphillobotriidae. Acanthocephala the found parasites were: Centrorhynchus sp. and among the protozoa, the found parasites were: Babesia spp (P. gymnocercus 13,64%), diagnosed by direct exam.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/10013
Arquivos Descrição Formato
000589575.pdf (825.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.