Repositório Digital

A- A A+

Raqs el Jaci / Dança de Jaci : hibridação por antropofagia entre a dança do ventre e a poética de Eva Schul

.

Raqs el Jaci / Dança de Jaci : hibridação por antropofagia entre a dança do ventre e a poética de Eva Schul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Raqs el Jaci / Dança de Jaci : hibridação por antropofagia entre a dança do ventre e a poética de Eva Schul
Autor Moraes Soares, Andréa Cristiane
Orientador Dantas, Monica Fagundes
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas.
Assunto Antropofagia : Arte
Composição coreográfica
Dança do ventre
Hibridação
Orientalismo
[en] Belly dance
[en] Choreographic composition
[en] Hybridization
[en] Orientalism
Resumo A partir da perspectiva de uma pesquisa em arte sob o viés autoetnográfico, este memorial propõe uma análise reflexiva do processo de composição de uma coreografia de dança do ventre hibridizada à poética da coreógrafa Eva Schul. Desse modo, tem-se por objetivo compreender como a dança do ventre pode ser matriz de movimento para uma composição contemporânea em dança. Os estudos em "World Dance" (FOSTER, 2009; SHAY, SELLERS-YOUNG, 2003; 2005) e a perspectiva pós-colonialista de autores como Edward Said (2007) e Homi Bhabha (2010) forneceram referencial teórico para propor uma abordagem não eurocêntrica da dança do ventre, a qual postula que todas as danças são potentes artisticamente, independente de sua origem. Imersa na prática das aulas de dança contemporânea de Eva Schul, conhecendo sua poética, vivenciando sua técnica e inspirada pela antropofagia (ANDRADE, 1924; 1928, DANTAS 2008), a pesquisadora encontrou o caminho para alcançar a hibridação desejada (CANCLINI, 2011; LOUPPE, 2012). A poética de Eva Schul permitiu inserir conceito e reflexão na coreografia e relacionar os movimentos clássicos da dança oriental a procedimentos de composição em dança contemporânea. A criação coreográfica apresentada buscou problematizar o orientalismo que vê a dança do ventre de forma imutável através do tempo. Neste estudo compreendeu-se que, para inserir a dança do ventre em uma perspectiva contemporânea, é preciso subverter a visão orientalista associada a esta dança e refletir sobre a ambiguidade da bailarina de dança do ventre a qual, se por um lado, é mostrada como um ser exótico para apreciação, por outro lado é muitas vezes limitada a um objeto sensual passivo.
Abstract From the perspective of a research in art by the auto-ethnographic view, this memorial proposes an reflexive analise of the composition process of a hybridized belly dance choreography with the poetic of the choreographer Eva Schul . By this way, it seeks to understand how can belly dancing be movement matrix for a contemporary dance composition. Studies in "World Dance" (FOSTER, 2009; SHAY; SELLERS - YOUNG, 2003; 2005) and the post colonial perspective of authors like Edward Said (2007) and Homi Bhabha (2010), provided a theoretical framework to propose a non-eurocentric approach to belly dance, from which all dances are artistically potent regardless of their origin. Immersed in the classes of Eva Schul, learning her poetic, experiencing her technique and inspired by anthropophagy (ANDRADE, 1924 1928; DANTAS, 2008), the researcher found the way to achieve the desired hybridization. (CANCLINI, 2011; LOUPPE, 2012) The poetic from Eva Schul allowed to insert into the composition concept, reflection and to connect the classical movements of oriental dance to a compositional procedures of contemporary dance. The choreography presented sought to problematize the orientalism that sees belly dance as an immutable form throughout the times. In this study it was understood that to place belly dance in a contemporary perspective, it is necessary to subvert the orientalist vision associated with this dance and reflect on the ambiguity of the belly dancer who, if on one hand, is shown as an exotic being to be appreciated, on the other is often viewed only as a passive sensual object.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/100157
Arquivos Descrição Formato
000930569.pdf (3.932Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000930569.avi (1.183Gb) Vídeo Vídeo Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.