Repositório Digital

A- A A+

Efeito do sistema de manejo nos atributos do solo, movimentação de sedimentos e exportação de carbono orgânico numa microbacia rural sob cultura do fumo

.

Efeito do sistema de manejo nos atributos do solo, movimentação de sedimentos e exportação de carbono orgânico numa microbacia rural sob cultura do fumo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito do sistema de manejo nos atributos do solo, movimentação de sedimentos e exportação de carbono orgânico numa microbacia rural sob cultura do fumo
Outro título Effect of management systems on soil attributes, sediments movement and organic carbon exportation in a rural watershed under tabacco crop
Autor Mello, Nilvânia Aparecida de
Orientador Mielniczuk, Joao
Data 2006
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo.
Assunto Fumo : Cultura : Brasil
Manejo do solo
Resumo Este trabalho foi conduzido em Arvorezinha, Rio Grande do Sul, em áreas de Cambissolo háplico sob lavoura de fumo numa pequena bacia hidrográfica rural. O objetivo foi verificar o efeito de sistemas de manejo e do seu tempo de adoção nos atributos do solo, na movimentação de sedimentos sobre a encosta e na exportação de carbono orgânico da área de lavoura para o ambiente. O carbono total e suas frações foram determinados no solo e nos sedimentos. Os sistemas de manejo avaliados foram plantio convencional (PC), cultivo mínimo (CM) e plantio direto (PD) com diferentes tempos de adoção e em situação de início de cultivo e conversão de áreas anteriormente sob PC para CM e PD. Como testemunha utilizou-se uma área de vegetação nativa. Avaliou-se também o efeito do formato da encosta na movimentação de sedimentos. O menor conteúdo de carbono foi verificado nos solos mais degradados, aqueles que estão a 40 e 25 anos sob PC. Estes solos também apresentaram a maior movimentação de sedimentos sobre a encosta. A conversão para os sistemas CM e PD elevou a qualidade do solo, aumentou o conteúdo de carbono, principalmente da fração particulada, e reduziu a movimentação de sedimentos. O efeito do formato da encosta na movimentação de sedimentos foi mais percebido nas áreas sob PC e em seguida sob CM. No PD, devido a elevada taxa e cobertura do solo, não houve efeito do formato da encosta. As maiores perdas de solo e exportações de carbono orgânico foram verificadas nas áreas sob PC, seguida das áreas sob CM e as mais baixas foram verificadas no PD. A fração carbono particulado proporcionalmente foi mais exportada que as demais e foi mais exportada das áreas sob PC. A análise sistêmica das áreas indicou que a qualidade ambiental resultou da qualidade do solo e da redução das perdas de solo e água e redução da exportação de carbono orgânico.
Abstract This research was done in areas of Lithic Aplusept under tobacco farming in a small rural watershed in Arvorezinha county in Rio Grande do Sul, state of Brazil. The sim was to study the effeet of the soil management systems and their period of adoption on soil attributes, production and movement of sediments on the hillslope, and organic carbon exportation from the cultivated area to the environment. The total soil organic carbon and their fractions were determined. The investigated soil management systems were conventional tillage (CT), minimum tillage (MT) and no tillage (NT) with different periods of adoption. The MT and NT were converted from CT. A forest area also was evaluated. The effect of the hillslope form on the movement of sediments was also investigated. The most degraded soil were those under CT for 40 and 25 years respectively. These areas presented the lowest soil organic carbon stocks, and also presented the largest movement of sediments on the hillslope. The conversion to the MT and NT systems improved the soil quality, inereasing the soil organie earbon stoek, especially the partieulate fraction and also reduced the movement of sediments. This was more evident in the NT area. The effect of hillslope form on the movement of sediments was more evident in the areas under CT followed by those under MT. Under NT, which had higher soil cover rate, the effect of the hillslope form was not observed.The largest soil loss and organic carbon exportation shappen in the areas under CT, followed by MT and NT. Proportionally, the particulate organic carbon was more exported than the other fractions, and was more exported from CT areas. The systemic analysis of the areas indicated that the environmental quallty are related to soil quality, reduction of the soil and water losses and reduction of organic carbon exportation.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/10022
Arquivos Descrição Formato
000592940.pdf (4.582Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.