Repositório Digital

A- A A+

Psicoterapia psicodinâmica e tratamento biológico com Fluoxetina : comparação de resposta cognitiva em pacientes deprimidos

.

Psicoterapia psicodinâmica e tratamento biológico com Fluoxetina : comparação de resposta cognitiva em pacientes deprimidos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Psicoterapia psicodinâmica e tratamento biológico com Fluoxetina : comparação de resposta cognitiva em pacientes deprimidos
Outro título Psychodynamic psychotherapy and biological treatment with fluoxetine : comparison of cognitive response in depressed patients
Autor Bastos, André Goettems
Trentini, Clarissa Marceli
Resumo A depressão é uma doença grave, com repercussões importantes no humor e na cognição. Tratamentos farmacológicos e/ou psicoterápicos estão comumente indicados. O presente estudo objetivou avaliar e comparar a cognição de pacientes deprimidos antes e após 12 meses de tratamento com fluoxetina ou psicoterapia psicodinâmica. Cento e oitenta pacientes foram divididos em dois grupos, e avaliados por meio da WAIS-III. Os resultados mostraram uma melhora significativa em diferentes subtestes da WAIS-III. A MANOVA indicou que há uma diferença significativa entre os grupos nas pontuações médias obtidas na reavaliação 12 meses após o início dos tratamentos. Os resultados sugerem que a psicoterapia psicodinâmica e a terapia com fluoxetina agem de forma diferente na cognição de pacientes deprimidos.
Abstract Depression is a serious illness with an important impact on humor and cognition. Pharmacological treatments and/or psychotherapy are commonly indicated. The present study aimed to compare cognition in adult patients diagnosed with depression before and after 12 months of treatment with fluoxetine or psychodynamic psychotherapy. One hundred and eighty depressed patients were divided into two treatment groups, and cognitively assessed with the WAIS-III. Results showed a significant improvement in different subtests of WAIS-III. MANOVA indicated that there is a significant difference between groups in the mean scores of the post-treatment assessment. The results suggest that psychodynamic psychotherapy and fluoxetine act differently on cognition of depressed patients.
Contido em Psicologia: teoria e pesquisa. Brasília. Vol. 29, n. 4 (out./dez. 2013), p. 437-446.
Assunto Depressão
Fluoxetina
[en] Cognition
[en] Depression
[en] Fluoxetine
[en] Psychodynamic psychotherapy
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/100241
Arquivos Descrição Formato
000912675.pdf (364.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.