Repositório Digital

A- A A+

O processo de aprendizagem em redes horizontais do elo varejista do agronegócio : do nível individual ao interorganizacional

.

O processo de aprendizagem em redes horizontais do elo varejista do agronegócio : do nível individual ao interorganizacional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O processo de aprendizagem em redes horizontais do elo varejista do agronegócio : do nível individual ao interorganizacional
Autor Estivalete, Vânia de Fátima Barros
Orientador Pedrozo, Eugenio Avila
Data 2007
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos e Pesquisas em Agronegócios. Programa de Pós-Graduação em Agronegócios.
Assunto Agronegócios
Aprendizagem organizacional
Interorganizações
Redes de cooperação
[en] Agribusiness
[en] Horizontal networks
[en] Interorganizational relationships
[en] Learning
Resumo O atual contexto em que as organizações estão inseridas é pautado por profundas mudanças, em relação à situação vigente até recentemente. E isto tem demandado o surgimento de novos arranjos interorganizacionais e a incorporação de novas práticas de relacionamentos entre as organizações. Neste cenário, percebe-se a emergência de dois temas convergentes da realidade atual, os quais representam uma possibilidade de se lançar bases para um futuro sustentável para as organizações: a aprendizagem e os relacionamentos interorganizacionais. Assim, a presente pesquisa tem por objetivo geral propor e aplicar um framework de análise do processo de aprendizagem entre organizações que estabelecem relacionamentos horizontais em redes, oferecendo uma contribuição à compreensão das relações colaborativas, bem como articulando a aprendizagem nos níveis individual, organizacional e interorganizacional. Para ampliar o entendimento sobre a aprendizagem em um contexto de relacionamentos interorganizacionais, foram definidos os objetivos específicos deste estudo. Foram tomados como pontos de partida: uma análise dos estilos de aprendizagem individual dos gestores que integram as redes analisadas; uma análise da aprendizagem organizacional segundo as perspectivas dos níveis de aprendizagem, das forças e barreiras envolvidas no processo estudado; e uma compreensão da aprendizagem interorganizacional. Para tal compreensão, foi empregada uma análise das estratégias, dos métodos, do modelo evolutivo deste tipo de aprendizagem e dos elementos mais valorizados pelas organizações integrantes das redes investigadas. Também foi buscado um maior entendimento em relação ao oportunismo e à confiança entre as empresas que estabelecem relações de cooperação. A presente pesquisa caracteriza-se por ser de natureza qualitativa e quantitativa, e o método adotado para a realização deste estudo é o do estudo de casos múltiplos. Foram analisadas duas redes interorganizacionais horizontais do segmento supermercadista gaúcho, centrando-se na lógica da cooperação. Uma destas redes foi formada através das iniciativas dos próprios empresários, e sem a presença de um coordenador externo. A outra rede também foi formada através de iniciativas dos próprios empresários, porém com a presença de um coordenador externo à rede, e com o incentivo do Programa Redes de Cooperação do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Os resultados obtidos na pesquisa aqui apresentada demonstram que o fortalecimento das relações de confiança pode contribuir para a sustentabilidade destes relacionamentos, na medida em que eles evoluem, facilitando o desenvolvimento de ações coletivas e o processo de aprendizagem entre as empresas parceiras. Para que ocorram avanços no processo de aprendizagem em nível interorganizacional, os resultados da pesquisa destacaram a importância de: comportamentos estratégicos voltados à colaboração (LARSSON, et al., 1998); aprendizado através do método interativo (LANE; LUBATKIN, 1998); e atribuição de uma maior valorização aos elementos de aprendizagem da dimensão comportamental-social, principalmente ao elemento-chave da confiança nos relacionamentos.
Abstract The present context where organizations act has been experiencing several deep changes, as comparing to a very recent situation. These modifications have required new interorganizational arrangements by adopting new practices of relationships among the organizations. In this scenery, it has been noticed the emergence of two current convergent themes which represent a possibility for supporting a sustainable future for the organizations: the learning and the interorganizational relationships. Thus, this research is aimed at developing and applying an analysis framework upon the learning process among organizations that establish horizontal relationship networks, by this way, contributing to a better comprehension of collaborative relationships, as well as articulating the learning on individual, organizational and interorganizational levels. To increase the understanding about learning into an interorganizational relationships context, the specific objectives of this study were defined. Were taken as starting points: an analysis of the individual learning styles detected on the managers which are in charge of the companies that integrate the analyzed networks; an analysis of organizational learning according to the perspectives of the learning levels and of the strengths and barriers involved in this process; and an understanding of interorganizational learning. In order to achieve such an understanding, it was made an analysis of strategies, methods and the evolutive pattern of interorganizational learning, and were also analyzed the elements that are most valued by the companies which belong to the investigated networks. Besides, it was also searched out for a better understanding regarding the opportunism and the trust among the companies that establish cooperative relations. This research is characterized as presenting qualitative and quantitative features, and the method utilized to carry out this study is the multiple cases study. Two horizontal interorganizational networks of the supermarket segment which act in the State of Rio Grande do Sul were analyzed, concentrating on the cooperative logic. One of these networks was constituted from the initiative of its own entrepreneurs, without any external coordinator. And the other one was also constituted from the initiative of its own entrepreneurs, but with an external coordinator and with the incentive of Programa Redes de Cooperação, which is supported by the Government of the State of Rio Grande do Sul. The results attained in the present research showed that the strenghtenment of trust relations may contribute to the maintenance of these relationships, concomitantly they evolve, favouring both the development of collective actions and the learning process among the partner companies. In order to attain progresses in the learning process on the interorganizational level, the research results pointed out the importance of: strategic behaviors aiming the collaboration (LARSSON, et al., 1998); learning through the interactive method and (LANE e LUBATKIN, 1998); and to attribute a greater valorization to the learning elements of behavior-social dimension, specially to the key-element of the trust in the relationships.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/10031
Arquivos Descrição Formato
000593824.pdf (3.487Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.