Repositório Digital

A- A A+

Worklovers : realidade ou mito?

.

Worklovers : realidade ou mito?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Worklovers : realidade ou mito?
Autor Müller, Mariana Morosini
Orientador Mazzilli, Claudio Pinho
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Administração de recursos humanos
Prazer e sofrimento no trabalho
Psicopatologia do trabalho
Satisfação no trabalho
[en] Pleasure
[en] Sufferance
[en] Work
[en] Workaholic
[en] Worklover
Resumo Trata-se de uma pesquisa descritiva, em forma de um estudo de caso, que tem como questão norteadora analisar o conceito e as características do indivíduo Worklover, no intuito de verificar se ele realmente existe ou se não é uma nova denominação para Workaholic. Para tanto, fez-se uma apresentação da organização do trabalho, do trabalho organizacional, da dialética prazer e sofrimento no trabalho e da evolução do hospitais, do trabalho hospitalar e do trabalho médico. A coleta de dados foi realizada através de entrevistas semi-estruturadas com oito médicos de uma mesma organização hospitalar. Para a análise dos dados, utilizou-se a metodologia da análise de conteúdo. Os resultados são apresentados em três conjuntos de categorias: vinte e cinco Categorias Iniciais, posteriormente reagrupadas em nove Categorias Intermediárias e, por último, sintetizadas em quatro Categorias Finais: o significado do trabalho médico, a realidade médica brasileira, recompensas da profissão e a dialética prazer e sofrimento. Os resultados obtidos permitiram que fosse feita a análise do conceito e características do Worklover. Além disso, os eles também mostraram a relação entre a vida profissional e pessoal dos entrevistados e algumas fontes de sofrimento e prazer no trabalho.
Abstract The following text is a descriptive research, in study of a case form, that has its central topic on analysing the concept and characteristics of a worklover individual, with the aim of verifying whether such concept really exists or if it is a new denomination for workaholic. For this purpose, a presentation on work organization, organizational work, dialectic between pleasure and suffering in the work environment and hospitals evolution, hospital work and medical work was carried out. Data were collected through semi-structured interviews with eight doctors of a same medical organization. For data analysis, the methodology of Content Analysis was used. Results are presented in three sets of categories: twenty-five initial categories, subsequently regrouped in to nine intermediate categories which were later rearranged in four final categories: the significance of the medical work, the Brazilian medical reality, professionals rewards and the dialect between pleasure and sufferance. The obtained outcomes led to an analysis of the concept of a worklover and its characteristics. In addition to that, the results also showed the relation between professional and personal lives of the interviewers as well as sources of pleasure and suffering at work.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10066
Arquivos Descrição Formato
000594349.pdf (587.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.