Repositório Digital

A- A A+

Hipótese das expectativas na estrutura a termo da taxa de juros no Brasil : uma abordagem sob o contexto de metas para inflação

.

Hipótese das expectativas na estrutura a termo da taxa de juros no Brasil : uma abordagem sob o contexto de metas para inflação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Hipótese das expectativas na estrutura a termo da taxa de juros no Brasil : uma abordagem sob o contexto de metas para inflação
Autor Fortunato, Jaime Joaquim Pedro
Orientador Hillbrecht, Ronald Otto
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Brasil
Inflação
Modelo econométrico
Política monetária
Taxa de juros
[en] Expectations hypothesis
[en] Inflation targeting
[en] Interest rate
[en] Monetary politics
Resumo Este trabalho teve como finalidade testar a validade da teoria sobre flutuações na estrutura a termo da taxa de juros – a Hipótese das Expectativas – que estabelece em linhas gerais, que a taxa de juros de longo prazo é formado como uma média das taxas de juros de curto prazo esperadas para o futuro mais um prêmio de risco invariente no tempo; desde a adoção do sistema de Metas para Inflação, com base na estrutura elaborada por Campbell e Shiller (1987, 1991). Apesar de problemas potencias, este exercício possui relevância na medida em que as análises em sua maioria corroboram com os fundamentos pelo que se conclui de forma favorável a validade do modelo. As Evidencias empíricas sugerem que a adoção da estrutura de Metas para Inflação tem apresentado um efeito amortecedor de choques na taxa de juros sobre a estrutura a termo. Com base nos resultados obtidos fica evidente que existe algum grau de antecipação das ações de política monetária pelos participantes de mercado e que, portanto, mudanças na meta para a taxa de juros de curto prazo podem ser previstas e são incorporadas as taxas de juros de mercado, ao menos parcialmente.
Abstract The aim of this study was to test the expectation theory of term structure of interest rate to the Brazilian economy under the model developed by Campbell and Shiller (19987, 1991). The Expectation Hypothesis (EH) of term structure of interest rate define that the long-term rate is determined by market’s expectation for the shortterm rate plus a constant risk premium. I found that the forecasting decline with the increasing of maturity spectrum but, a causality test granger provide ambiguous results in some test. Under the Inflation Targeting structure the result show that the agents foresee, at least partially, the monetary policy’s decisions. In general way the results support EH theory for Brazilian data.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10107
Arquivos Descrição Formato
000595679.pdf (447.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.