Repositório Digital

A- A A+

Processos, desafios, tensões e criatividade nas conjugalidades de homens e mulheres transexuais

.

Processos, desafios, tensões e criatividade nas conjugalidades de homens e mulheres transexuais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Processos, desafios, tensões e criatividade nas conjugalidades de homens e mulheres transexuais
Autor Lomando, Eduardo Marodin
Orientador Nardi, Henrique Caetano
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Assunto Conjugalidade
Identidade de gênero
Transexualismo
[en] Conjugal status
[en] Gender and health
[en] Gender identity
[en] Review
[en] Sexism
[en] Transgender people
[en] Transsexual
Resumo Diante das marcadas discussões sobre a diversidade sexual e de gênero no Brasil, as transexualidades têm sido foco de produções científicas e assunto recorrente da mídia. Apesar de ainda ocupar o lugar de abjeto, suas conjugalidades são exemplos de um deslocamento. O objetivo foi compreender quais são os processos que constituem essas conjugalidades transexuais e como esses são vividos nessa relação. Para se aproximar dessas respostas, essa Tese se divide em quatro artigos. No primeiro, disserta-se sobre o conceito de transexualidade em quatro áreas do conhecimento científico: biologia, medicina, psicanálise e ciências sociais. O conceito é explicado a partir de questões relacionadas à anatomia, genética, diferenças cerebrais, teoria fálico-edípica, psicopatologia, ao conceito de sexo como discursivo, de gênero como performatividade e expressão da diversidade em conflito com a heteronorma. No segundo artigo, foram revisados de forma sistemática os artigos que tratassem de demonstrar empiricamente as conjugalidades transexuais. Os aspectos relacionados às conjugalidades foram divididos nas categorias: atividade, excitação e orientação sexual; desafios sexuais dos casais; papeis de gênero e desafios do relacionamento conjugal. Houve um aumento na complexidade da conceptualização dessa diversidade conjugal. No terceiro artigo, o tema foi revisado somente em publicações nacionais e junto das travestilidades. Os resultados dos trabalhos encontrados apontam para um número variado de nomenclaturas dessas parcerias, com uma aparente fusão emocional conjugal que funciona como mantenedor das identidades de gêneros das/os participantes. Entretanto, encontra-se respostas criativas que permitem a quebra do efeito halo entre identidade de gênero e desejo sexual, conduzindo à autonomia identitária e ao prazer. No último artigo foram feitas entrevistas com três casais de homens e mulheres transexuais e seus cônjuges cisgêneros, analisadas a partir dos Estudos de Gênero (Queer e pós-estruturalistas). Os resultados demonstram que as conjugalidades transexuais descritas são mais um território que tenciona e desafia as normas de gênero e possibilita desfechos flexíveis, não direcionadas a nenhum dos extremos da heteronorma. Essa configuração específica pode possibilitar a desestabilização dessa tensão e permitir direções alternativas à lógica binária principalmente nos campos das performatividades sexuais, das divisões de tarefas cotidianas e das relações com as famílias de origem.
Abstract In view of the recent discussions about gender and sex diversity in Brazil, transsexualities have been the focus of academic development and a subject in the media. In spite of still being placed as abject, their conjugalities are an example of a displacement. The goal was to comprehend what are the constitutional processes of this transsexual conjugalities and how they are lived within these relationships. In order to come closer of these processes, this Thesis is divided in four articles. In the first one, the transsexuality concept is dissertated in four scientific knowledge areas: biology, medicine, psychoanalyses and social sciences. The concept is explained from issues regarding anatomy, genetics, brain differences, phallic-oedipal theory, psychopathology, sex as a discursive concept, gender as performative and as a diversity expression in opposition with the heteronorm. In the second article, a systematic review was done in relation to the transsexual conjugalities theme based on empirical evidence. Conjugal aspects were divided into the following categories: sexual activity, arousal and orientation; couples’ sexual challenges; gender roles and couples’ relationship challenges. There was an increase in the complexity of the conceptualization of this conjugal diversity. In the third article, the same theme was only revised in Brazilian publications, and the travestilidades theme was added. The results of the papers found show a variety of forms to denominate these partnerships, with an apparent conjugal emotional fusion that works as a maintainer the participants’ gender identities. However, there are creative responses that allow an interruption in the halo effect between gender identity and sexual desire and lead to identity autonomy and to pleasure. In the last article, three interviews were made with transsexual man and women and their cisgender partners. They were analyzed using the Gender Studies (Queer and post-structuralism studies). The results show that the transsexual conjugalities described are another territory that put into tension and defy gender norms and make flexible outcomes possible, not directed to any of the heteronorm extremes. This specific configuration may destabilize this tension and enable alternative directions to the binary logic mainly in the fields of sexual performativities, household tasks sharing and the relationship with family of origins.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/101427
Arquivos Descrição Formato
000930802.pdf (1.394Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.