Repositório Digital

A- A A+

Produção de concreto : verificação da variabilidade da resistência à compressão do concreto em empresas construtoras da cidade de Chapecó

.

Produção de concreto : verificação da variabilidade da resistência à compressão do concreto em empresas construtoras da cidade de Chapecó

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Produção de concreto : verificação da variabilidade da resistência à compressão do concreto em empresas construtoras da cidade de Chapecó
Autor Pilz, Silvio Edmundo
Orientador Cremonini, Ruy Alberto
Data 2006
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Mestrado Profissional em Engenharia.
Assunto Concreto : Produção
Construção civil
Resumo A produção de concreto com a finalidade estrutural é uma das atividades mais importantes na construção civil, que necessita de conhecimento tecnológico para sua realização e de efetivo controle para que possa atender aos critérios de aceitação estabelecidos nas normas técnicas. Porém, ainda há muito concreto sendo produzido de forma empírica, especialmente aquele produzido no canteiro de obras. A atual versão da NBR 12655 estabelece condições para a produção de concreto, que tem sido contestada por pesquisadores, em especial quando da definição da resistência de dosagem. A proposta de revisão da NBR 12655 ainda não contempla alguns dos aspectos que estão em desacordo com a atual NBR 6118, porém propõe mudanças no desvio-padrão para o estabelecimento da resistência de dosagem, bem como muda critério de aceitação do concreto, entre outras mudanças, pela pretensão de se tornar norma Mercosul O presente trabalho tem por objetivo verificar um valor corrente do desvio-padrão de produção de concreto para empresas construtoras da cidade de Chapecó, através de estudos de caso, bem como verificar a influência dos programas de qualidade no valor deste desvio-padrão, considerando as normas técnicas vigentes e a proposta de revisão da NBR 12655, fazendo um estudo crítico destas normas. Este trabalho justifica-se pelo fato de que na grande maioria das obras nas cidades e pequeno e médio porte do Brasil, boa parte ou todo o concreto é produzido em obra, em parte por não haver centrais dosadoras de concreto. Entre os resultados obtidos através dos estudos de caso, verificou-se que os valores propostos pela revisão da norma 12655 para o desvio-padrão de dosagem são mais adequados que a atual versão, pois se obteve valores entre 2,5 e 4,0 MPa, e que um treinamento de um programa de qualidade, conforme se apresentou nos estudos de caso, apresenta tendência para a diminuição do desvio-padrão de produção, bem como sua importância na aceitação do concreto.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10146
Arquivos Descrição Formato
000521687.pdf (3.419Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.