Repositório Digital

A- A A+

Comportamento animal e atributos fisiológicos de vacas leiteiras submetidas a ambientes com e sem sombreamento durante a estação quente

.

Comportamento animal e atributos fisiológicos de vacas leiteiras submetidas a ambientes com e sem sombreamento durante a estação quente

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comportamento animal e atributos fisiológicos de vacas leiteiras submetidas a ambientes com e sem sombreamento durante a estação quente
Outro título Animal behavior and physiological attributes of dairy cows subjected to environments with and without shade during the warm season
Autor Vizzotto, Elissa Forgiarini
Orientador Fischer, Vivian
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Bem-estar animal
Calor
Fisiologia animal
Vaca leiteira
[en] Animal comfort
[en] Feeding behavior
[en] Heart rate
[en] Heat
[en] Respiratory rate
[en] Social behavior
Resumo O ambiente físico tem grande importância na fisiologia do animal, influenciando a reprodução e produção. Com as mudanças climáticas e o melhoramento genético dos animais, com ênfase no aumento da produtividade por animal, os animais passaram a sofrer mais com as altas temperaturas, alterando seu comportamento e seu bem estar. O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento social e ingestivo e atributos fisiológicos de vacas leiteiras durante a estação quente, com ou sem acesso à sombra. O estudo foi conduzido em Lages, SC, utilizando 14 vacas lactantes em pastejo, as quais foram divididas em dois grupos, permanecendo um grupo somente no sol sem acesso à sombra e o outro em ambiente com sombreamento. Foram observados os comportamentos ingestivo e social dos animais das 07:30 ( GMT -2:00) às 23:00h (GMT-2:00), em intervalos de 10 minutos, totalizando 650min. As frequências respiratória e cardíaca, temperatura corporal das vacas e número de movimentos ruminais foram avaliados diariamente. Os dados do comportamento animal foram previamente padronizados e posteriormente, submetidos à análise multivariada, incluindo as análises de fatores principais de agrupamento, avaliação das variáveis que determinaram os agrupamentos por análise discriminante e canônica, utilizando o programa estatístico SAS 9.2. Os grupos diferiram principalmente quanto ao número de eventos de ingestão de água, competição por sombra e número de interações agressivas, aos tempos despendidos em ócio total, ócio em pé, de permanência perto do bebedouro, frequência respiratória e cardíaca, temperatura corporal, número de movimentos ruminais, escores de ofegação às 15 (GMT -2:00) e às 19 (GMT -2:00) horas e tolerância ao calor. No entanto os grupos de animais não diferiram quanto aos tempos gastos caminhando de cabeça alta, caminhando de cabeça baixa, em estação, número de eventos de competição por água no bebedor e os dados zootécnicos de dias em lactação, ordem de parto e produção de leiteira. O fornecimento de sombra na área de pastejo mesmo em condições moderadas de estresse térmico alterou positivamente os atributos fisiológicos e comportamentais. A severidade do estresse, percebida pela alteração dos atributos fisiológicos, alterou distintamente o comportamento social e ingestivo.
Abstract The physical environment, has a great importance on animal physiology affecting breeding and production. Due to climate change and animal breeding, which enphasizes higher production per animal, animals might get heat stressed from high temperatures, changing their behavior and their welfare. This study was performed to assess the social and feeding behavior and physiological attributes of dairy cows during the warm season with or without access to shade. The study was conducted in Lages, SC, using 14 lactating cows at grazing. These animals were divided into two groups, one group remained under the sunlight, without access to shade, while the other group was kept in shade-provided environment. Ingestive and social behavior of animals was observed from 7:30 (GMT -2:00) to 23:00 (GMT -2:00), registered at 10-minutes interval totaling 650 minutes. Respiratory and heart rate, body temperature and number of ruminal movements were assessed daily. The data of animal behavior were standardized using the standard procedure and then were subjected to multivariate analysis, including the analysis of key factors (PROC FACTOR), cluster analysis (PROC FATSCLUSTER AND PROC CLUSTER), evaluation of variables that determined groups by discriminant analysis and canonical, using SAS 9.2 statistical software. The groups differed mainly on the number of events of swallowing water, shade and competition for number of aggressive interactions, the time spent in complete idleness, loitering foot, staying near the water cooler, respiratory and heart rate, body temperature, number of ruminal movements, panting scores at 15 (GMT-2:00) and 9 (GMT-2:00) hours, heat tolerance. However animal groups did not differ regarding time spent walking head high, walking head down, season, number of events per water drinker and competition in the production data of days in milk, parity order and production of milk. The provision of shade in the paddocks, even under moderate heat stress, altered positively physiological and behavioral attributes. The stress severity, noticed by the change of physiological attributes, changed distinctly social and feeding behavior.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/101658
Arquivos Descrição Formato
000932963.pdf (989.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.