Repositório Digital

A- A A+

A representação do passado nos estudos históricos de Athos Damasceno : a história do Rio Grande do Sul escrita a partir da cidade (1940-1970)

.

A representação do passado nos estudos históricos de Athos Damasceno : a história do Rio Grande do Sul escrita a partir da cidade (1940-1970)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A representação do passado nos estudos históricos de Athos Damasceno : a história do Rio Grande do Sul escrita a partir da cidade (1940-1970)
Autor Silva, Gabriela Correa da
Orientador Rodrigues, Mara Cristina de Matos
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Cultura regional
Ferreira, Athos Damasceno 1902-1975.
História do Rio Grande do Sul
Identidade regional
Porto Alegre (RS)
Regionalismo
[en] Identity
[en] Nation
[en] Region
[en] Representation
Resumo Esta dissertação tem por objetivo investigar a representação do passado sul-rio-grandense desenvolvida nos estudos históricos do escritor e pesquisador porto-alegrense Athos Damasceno, entre as décadas de 1940 e 1970. Para tanto, analisa, sobretudo, alguns dos principais textos por ele publicados, os quais adotam, em geral, a cidade de Porto Alegre como objeto. A partir desta pesquisa, propõe-se que a interpretação acerca da história da região decorrente dos estudos deste autor configura-se em uma espécie de retórica da identidade regional que aponta para a existência de um Rio Grande do Sul urbanizado e modernizado. Esta retórica pode ser dividida em dois momentos, que indicam algumas diferenças entre si em relação à representação da temporalidade e da identidade. As divergências observadas na primeira (1940-1950) e segunda (1950-1970) fases relacionam-se principalmente à questão da modernização da cidade, vista inicialmente com desconfiança e, posteriormente, de uma forma mais otimista. Ademais, nota-se na narrativa do pesquisador um esforço em afirmar as semelhanças da região com a nação, a fim de reivindicar um espaço para aquela no seio desta. Damasceno aproxima a parte ao todo através do reconhecimento da relativa pluralidade de sujeitos que habitaram o passado e o presente do estado e, principalmente, pela ascendência, segundo ele, predominantemente açoriana do gaúcho. Tal vínculo seria o principal fator de ligação entre a cultura regional e nacional.
Abstract This research has the objective of analyze the sul-rio-grandense past representation developed by Athos Damasceno’s historical studies, between the period of 1940 and 1970. For that, this work analyses, especially, some of the most important texts of Damasceno, which adopt the city of Porto Alegre as object. This study suggests that in the texts of the author there is a kind of rhetoric of regional identity that shows a Rio Grande do Sul urbanized and modernized. This rhetoric can be divided in two moments. Firstly (1940-1950), the city modernization is faced with distrust. But, in a second moment (1950-1970), the same matter is seen in a more optimistic way. Furthermore, we can see in the author’s texts an effort to shows the similarities between region and nation. To prove it, his researches approach the diversity of subjects who lived in the province and, also, by the ascendancy Azorean of the gaucho. This nexus would be the main factor linking regional and national culture.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/101660
Arquivos Descrição Formato
000920235.pdf (2.334Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.