Repositório Digital

A- A A+

A prática de atividade física e o estresse percebido em funcionários de uma instituição financeira

.

A prática de atividade física e o estresse percebido em funcionários de uma instituição financeira

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A prática de atividade física e o estresse percebido em funcionários de uma instituição financeira
Autor Kafrouni, Bruna Lucchese
Orientador Cardoso, Marcelo Francisco da Silva
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Bacharelado.
Assunto Atividade física
Saúde
Trabalho
[en] Banking
[en] Health
[en] Physical activity
[en] Stress
[en] Work
Resumo A prática de atividade física tem sido apresentada como uma alternativa de enfrentamento ao estresse. O presente estudo teve por objetivo descrever e analisar o estresse percebido em funcionários de uma instituição financeira com diferentes níveis de prática de atividade física, assim como, verificar a influência do sexo, da idade, do tempo de serviço e da função exercida nos índices de estresse. A amostra estudada foi de 104 bancários, sendo 48 (46,2%) do sexo masculino e 56 (53,8%) do sexo feminino, com idades compreendidas entre 24 e 60 anos, que atuam nas funções de analista 67 (64,4%) e escriturário 37 (35,6%), apresentando um tempo médio de serviço na instituição de 16,3±12,7 anos. Os resultados encontrados revelaram que as mulheres apresentaram maiores índices médios na PSS (24,7±7,2), no entanto ambos os sexos apresentaram valores de estresse percebido abaixo do valor médio da escala. O grupo de idades entre 36 e 48 anos foram os que apresentaram as médias mais elevadas (25,3±7,1) e as funções de analista e escriturário revelaram uma semelhança em seus valores (22,8). Em relação aos níveis de atividade física os sujeitos sedentários possuem valores médios superiores as demais categorias do IPAQ (25,0±8,1). Verificamos que apenas as variáveis sexo e idade, apresentaram uma influência significativa sobre a variabilidade do estresse percebido (sexo: f=7,301; p= 0,009; eta2=0,123 – 12,3%) - (idade: f=3,738; p= 0,030; eta2=0,126 – 12,6%). Conclusão: Nessa amostra estudada o nível de atividade física não influenciou na variabilidade do estresse percebido dos bancários.
Abstract Regular physical activity has been presented as an alternative coping with stress. The present study aimed to describe and analyze the perceived stress in employees of a financial institution with different levels of physical activity, as well as to assess the influence of sex, age, length of service or function performed in the rates of stress. The sample of 104 banks, of which 48 (46.2%) were male and 56 (53.8%) females, aged between 24 and 60 years working as an analista on 67 (64, 4%) and escriturário 37 (35.6%), with an average length of service in the institution of 16.3 ± 12.7 years. The results showed that women had higher mean in PSS (24.7 ± 7.2) ratios, however both sexes showed values below the mean perceived stress scale value. The age group between 36 and 48 years were those with the highest average (25.3 ± 7.1) and as an analista and escriturário revealed a similarity in their values (22.8). In relation to levels of physical activity sedentary subjects have higher mean other categories of IPAQ (25.0 ± 8.1) values. We found that only gender and age had a significant influence on the variability of perceived stress (sex: F = 7.301, p = 0.009, ETA2 = 0.123 to 12.3%) - (age: F = 3.738, p = 0.030 , ETA2 = 0.126 to 12.6%). Conclusion: In this sample the level of physical activity did not influence the variability of perceived stress of banking.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/101750
Arquivos Descrição Formato
000932977.pdf (1.520Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.