Repositório Digital

A- A A+

Predictive factors of oxigen desaturation of patients submitted to endoscopic retrograde cholangiopancreatography under conscious sedation

.

Predictive factors of oxigen desaturation of patients submitted to endoscopic retrograde cholangiopancreatography under conscious sedation

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Predictive factors of oxigen desaturation of patients submitted to endoscopic retrograde cholangiopancreatography under conscious sedation
Autor Müller, Suzana
Prolla, João Carlos
Maguilnik, Ismael
Breyer, Helenice Pankowski
Abstract Background and Aims - Hypoxemia can occur during endoscopic retrograde cholangíopancreatography probably induced by the analgesia and sedation done. Moreover the patient's prone position difficults the adequate ventilation. The hypoxemia and hypoventilation may not be noticed by nursing staff. A transversal study was used to investigate possible predictive factors of oxygen desaturation in sedated patients with midazolam associated to meperidine undergoing endoscopic retrograde cholangiopancreatography. Patients and Methods - A total of 186 patients were monitored with continuous pulse oximetry. Poisson regression was used to measure lhe independent effect of each facto r adjusted for effects of each of the other factors. The variables studied were: age, gender, hematocrit and hemoglobin levels, scopolamine use, diagnostic or therapeutic exam, American Society of Anesthesiologists Scores (ASA}, duration time of exam, sedative used midazolam in the average of0.07 mg/kg and analgesic drug meperidine in the average of0.7 mg/kg that was titrated according patient's reaction. Results- No desaturation was found in 113 (60.8%) patients, mild desaturation (Sp02 ≤92%) in 22 (11.8%) and severe desaturation (Sp02 ~90%) in 51 (27.4%). This desaturation was recognized only by the pulse oximeter. There was no need to use any antagonist drug of the sedatives in patients who had severe desatumtion, they were just stimulated to deep breaths and oxygtm was offered at 2 liters per minute via catheter. The variables found to predict desaturation were age ≤60 years old and ASA score III. The duration of exam was barely significant for desaturation. Conclusions- The variables of age of 60 years old or more, and ASA III score are identified as increased risk for desaturation for patients who undergo endoscopic retrograde cholangiopancreatography i.mder conscious sedation. Long time of exam suggests the patient oxygen desaturate. Such patients require very close monitoring to desaturation and hypoventilation by the assistants and nursing staff alerting to respiratory depression. The use of pulse oximeter and asking for deep breaths during the exam helps to diminish such risks.
Resumo Racional - A hipoxemia pode ocorrer durante a colangiopancreatografia endoscópica retrógrada, provavelmente induzida pela analgesia e sedação realizadas, além da posição do paciente em pronação, que dificulta a ventilação adequada. A hipoxemia e a hipoventilação podem não ser observadas pela equipe de enfermagem. Objetivos - Estudo transversal para investigar possíveis fatores preditivos de dessaturação de oxigênio em pacientes sedados com midazolam associado à meperidina durante a colangiopancreatogmfia endoscópica retrógrada. Pacientes e Métodos-O total de 186 pacientes foi monitorado com oxímetro de pulso continuamente. Foi utilizada a regressão de poisson para medir o efeito independente de cada fator ajustado para os efeitos de cada um dos outros fatores. As variáveis estudadas foram: idade, gênero, níveis de hematócrito e hemoglobina, uso de escopolamina, exame diagnóstico ou terapêutico escores da Sociedade Americana de Anestesiologia (ASA), duração do exame, sedativo midazolam usado na média de 0,07 mglkg e a droga analgésica meperidina na média de 0,7 mg/kg, tituladas de acordo com as reações do paciente. Resultados- Não dessaturaram 113 (60,8%) pacientes, dessaturação moderada (Sp02 ≤92%) 22 (11,8%) pacientes e dessaturação grave (Sp02 ≤90%) 51 (27,4%) pacientes. A dessaturação foi reconhecida somente através do oxímetro de pulso. Não houve necessidade de utilizar qualquer droga antagonista do sedativo e do analgésico nos pacientes que apresentaram dessaturação grave, que foram estimulados à respiração profunda e foi instalado oxigênio a 2 Llmin em cateter nasal. As variáveis detectadas como preditivas de dessaturação foram idade ≥60 anos e escore ASA III. O tempo do exame foi levemente significativo pam a dessaturação. Conclusões - As variáveis idade de 60 anos ou mais e escore ASA III foram identificadas como risco aumentado para dessaturação para pacientes submetidos a colangiopancreatografia endoscópica retrógrada sob sedação consciente. Longo tempo de exame sugere dessatumção de oxigênio do paciente. Tais pacientes requerem uma monitorização mais acurada da equipe de enfermagem para dessaturação e hipoventilação, alertando pam a depressão respiratória. O uso do oxímetro de pulso e a solicitação de respiração profunda durante o exame auxilia a diminuir tais riscos.
Contido em Arquivos de gastroenterologia. São Paulo. Vol. 41, n. 3 (jul./set. 2004), p. 162-166
Assunto Anoxemia
Oxigenio
Pancreatocolangiografia retrógrada endoscópica
Sedação consciente
Valor preditivo
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/101813
Arquivos Descrição Formato
000525084.pdf (103.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.