Repositório Digital

A- A A+

Mediações quilombolas : Apropriações étnicas na recepção de telenovelas

.

Mediações quilombolas : Apropriações étnicas na recepção de telenovelas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mediações quilombolas : Apropriações étnicas na recepção de telenovelas
Autor Grijó, Wesley Pereira
Orientador Muller, Karla Maria
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Comunidade quilombola
Estudos de recepção
Identidade étnica
Telenovela
Televisão (Comunicação)
[en] Brazilian telenovela
[en] Ethnic identity
[en] Media reception
[en] Mediations
[en] Oral history
Resumo O estudo tem objetivo compreender como os integrantes do quilombo da Família Silva dão sentido ao conteúdo das telenovelas e quais inferências fazem a partir de seu contexto. Apresenta-se uma discussão teórica baseada em estudos sobre as noções de identidade étnica, grupos étnicos e etnogênese, entendidas aqui como processos dinâmicos inseridas num contexto de disputa e mobilização política. Aborda-se a contemporaneidade das comunidades quilombolas, tangenciando também a história da etnia negra no estado do Rio Grande do Sul, relatando a história da formação do quilombo urbano da Família Silva e a luta no pleito étnicoracial. O marco teórico é composto por estudos que abordam da interação dos atores sociais com a mensagem televisiva. Para pensar esse contexto nos meios de comunicação, principalmente, a produção de telenovelas brasileiras, aciona-se a perspectiva dos estudos culturais da Crítica Diagnóstica (KELLNER, 2001), das leituras diversas dos receptores, pelo modelo de Codificação/Decodificação (HALL, 2006) e das Mediações Comunicativas da Cultura (MARTÍN-BARBERO, 2004) a partir da delimitação feita por Ronsini (2011): Socialidade, Ritualidade e Tecnicidade. O estudo é articulado a partir de uma abordagem qualitativa, com pesquisa historiográfica e trabalhos de campo com método situado nos procedimentos oriundos da História Oral e utiliza as técnicas: História de Família, Observação Participante e Entrevista Semi-estruturada. Os dados sobre as telenovelas foram coletados a partir da sinopse disponibilizada pela produção e da crítica textual. O protocolo analítico é composto por três momentos: transcrição e leitura flutuante dos dados; auxílio do software de pesquisa qualitativa; e descrição e análise com interpretação. As entrevistas foram realizadas com dez quilombolas, focando principalmente nos relatos orais sobre a história da comunidade e suas trajetórias de vida. Abordam-se as apropriações que os quilombolas fazem entre as telenovelas e as temáticas circundantes do contexto de grupo étnico citadino. Assim, indica-se que, para o cenário pesquisado, há uma categoria dominante, que atravessa outras categorias secundárias e terciárias, gerando uma mediação com a recepção das telenovelas em que a audiência (quilombolas) realiza suas apropriações. Dessa forma, as “mediações quilombolas” estão estruturadas primeiramente a partir das Relações étnicas, a partir da qual as categorias secundárias são estruturadas: Relações de classe, Violência e Preconceito. E estas atreladas a categorias terciárias: Relações de gênero, História do quilombo, História do negro, Cidadania, Cotidiano e Relações com o outro. Por fim, aponta-se que na recepção das telenovelas no quilombo, as pessoas se apropriam das narrativas principalmente por meio das singularidades inerentes ao contexto ao qual estão inseridas.
Abstract The study is aimed at understanding how members of the quilombo Família Silva give meaning and content of Brazilian telenovelas which make inferences from their context. It presents a theoretical discussion based on studies on the notions of ethnic identity, ethnic groups and ethnogenesis, understood here as dynamic processes embedded in a context of dispute and political mobilization. Addresses the contemporary of quilombolas territories also tangent to the history of black ethnicity in the state of Rio Grande do Sul, tells the story of the formation of quilombo Família Silva and their struggle in ethnic-racial election. The theoretical framework consists of studies on the interaction of social actors in the broadcast. To think that context in the media, especially on the production of Brazilian telenovelas, triggers the perspective of cultural studies of diagnostic review (KELLNER, 2001), the various readings of receptors, the model Coding/Decoding (HALL, 2006) and communicative mediations of culture (MARTIN-BARBERO, 2004) from the demarcation made by Ronsini (2011): Sociability , Rituality and technicality. The research is articulated from a qualitative approach, the method lies in the procedures from the oral history and uses techniques: Family History, Participant Observation and Semi-structured Interview. Data on Brazilian telenovelas were collected from the synopsis provided by the production and textual criticism. The analytical protocol consists of three phases: initial reading and transcription of data; aid of qualitative research software, and the description and analysis with interpretation. Interviews were conducted with ten quilombolas, focusing primarily on oral histories about the history of the community and their life trajectories. As a result, there is constancy of emerged themes of his speeches: Citizenship, Daily Life, History of black, History of quilombo, Prejudice, Relationship with Others, Class relations, Gender relations, Ethnic relations and Violence. Discusses the relationships between the quilombolas make Brazilian telenovelas with those issues surrounding the context of city ethnic group. Thus, it is stated that, for the scenario studied, a dominant category, which crosses other secondary and tertiary categories, generating a mediation with the reception of Brazilian telenovelas in the audience (quilombolas) conducts its appropriations. Thus, the "quilombolas mediations" are structured primarily from ethnic relations, from which the secondary categories are structured: Relationship Class, Violence and Prejudice. And these linked to tertiary categories: gender relations, the quilombo History, History of black, Citizenship, Daily Life and Relations with the other.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/102303
Arquivos Descrição Formato
000934659.pdf (2.444Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.