Repositório Digital

A- A A+

Rua da Passagem: acidentes de trânsito como espaços de (re)produção e práticas de masculinidades

.

Rua da Passagem: acidentes de trânsito como espaços de (re)produção e práticas de masculinidades

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Rua da Passagem: acidentes de trânsito como espaços de (re)produção e práticas de masculinidades
Autor Silva, Alessandra Dartora da
Orientador Seffner, Fernando
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Corpo
Gênero
Masculinidade
Trânsito
Violência
[en] Body
[en] Gender
[en] Health
[en] Masculinity production
[en] Traffic accident
Resumo Esta tese busca mapear e analisar elementos e tecer redes de significados relacionados à produção de corpos, masculinidades e suas relações em exercício no espaço do trânsito para conhecer o(s) modo(s) como os homens habitam esse espaço. Para isso, corpo(s) e gênero(s) são instrumentos condição para a constituição de relações entre homens, veículos, vias e o espaço do trânsito em suas coexistências. Interessa-me não somente analisar como se constroem as posições de sujeito e suas relações, tanto com outros sujeitos quanto com as regras desse espaço, mas também como elas incidem no acidente de trânsito. Os acidentes de trânsito são uma condição um tanto paradoxal em que exercícios de masculinidade aproximam homens e serviços de saúde. Esta tese tem como questões norteadoras: que construções corporais são produzidas nas e pelas relações entre corpo, gênero, masculinidade, veículos, seus deslocamentos e suas coexistências e ao mesmo tempo são produtoras dessas relações? Como as relações entre masculinidade e o espaço do trânsito incidem sobre o acidente de trânsito e o produzem? Para construir respostas ao longo dos capítulos, trabalhei com informações do Estado, notícias relacionadas ao trânsito e aos acidentes de trânsito, bem como com campanhas publicitárias de automóveis, articuladas aos dados sobre atendimentos realizados por causa de acidentes de trânsito no HPS e aos tipos de acidentes, para o que foram utilizadas as informações do banco de dados do HPS. Também foram realizadas entrevistas com homens internados no HPS cujo motivo tenha sido o envolvimento em acidentes de trânsito. Tudo isso foi somado à minha experiência como sujeito – condutora de veículo no espaço do trânsito, em deslocamentos urbanos e em rodovias, e pesquisadora desse espaço. Este trabalho cria um espaço singular para problematizar algumas questões relacionadas aos acidentes de trânsito e à (re)produção e exercício de masculinidades no espaço do trânsito e corrobora a tese de que os diferentes modos como os homens são produzidos e fazem uso dos seus corpos e veículos no espaço do trânsito constituem arranjos de masculinidade que configuram uma racionalidade biomecânica para a ocorrência do acidente de trânsito.
Abstract This thesis is an attempt to map and analyze elements and weave networks of meanings related to the production of bodies, masculinities and their relationships in the traffic environment in order to know the way(s) that men have inhabited that space. Body(ies) and gender(s) are tools for the constitution of relationships among men, vehicles, pathways and the traffic environment in their coexistence. I am not only interested in analyzing how positions of subject and relationships with other subjects and rules in that environment have been constructed, but also how they have operated on the traffic accident. Traffic accidents are a quite paradoxical situation in which the exercise of masculinity approximates men to health care services. The guiding issues of this thesis are the following: which body constructions have been produced in and by relationships among body, gender, masculinity, vehicles, their displacements and their coexistences, and produced such relationships at the same time? How have the relationships between masculinity and the traffic environment operated on the traffic accident and produced it? To find answers, along the chapters, I worked with State information, news about traffic and traffic accidents, as well as car advertising campaigns, articulated with data about health assistance provided by HPS due to traffic accidents and types of accidents by using information from the HPS database. I also performed interviews with men hospitalized because of traffic accidents. All that was added to my experience as a subject – a driver in the traffic environment, both in urban streets and roads, and a researcher of that space. This study has generated a singular space to problematize some issues concerning traffic accidents and the (re)production and exercise of masculinities in the traffic environment. Furthermore, it corroborates the thesis that the different ways men have been produced as well as the ways they have used their bodies and vehicles in the traffic environment constitute masculinity arrangements that shape a biomechanical rationality for the occurrence of traffic accidents.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/102318
Arquivos Descrição Formato
000933543.pdf (1.874Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.