Repositório Digital

A- A A+

Fatores da família e da escola sobre o desenvolvimento de habilidades sociais e comportamentos agressivos entre pares na infância

.

Fatores da família e da escola sobre o desenvolvimento de habilidades sociais e comportamentos agressivos entre pares na infância

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fatores da família e da escola sobre o desenvolvimento de habilidades sociais e comportamentos agressivos entre pares na infância
Autor Toscano, Giovanna Wanderley Petrucci
Orientador Koller, Silvia Helena
Co-orientador Borsa, Juliane Callegaro
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Habilidades sociais
Relação pais-filhos
Relação professor-aluno
[en] Parent-child relationship
[en] Peer aggressive behavior
[en] School climate
[en] Social skills
[en] Student-teacher relationship
Resumo O objetivo geral desta dissertação foi investigar o efeito de fatores da família e da escola sobre as habilidades sociais e os comportamentos agressivos entre pares na infância. Foram realizados um estudo teórico e três estudos empíricos. O estudo teórico consistiu numa revisão não sistemática da literatura que demonstrou o papel da qualidade dos relacionamentos pais-criança e professor-aluno e do clima escolar sobre o desenvolvimento socioemocional na infância. O segundo estudo apresentou os procedimentos de adaptação e validação da Escala de Relacionamento Professor-Aluno (ERPA) para o contexto brasileiro. Os resultados da Exploratory Structural Equation Modeling (ESEM) confirmaram a estrutura bifatorial do instrumento original. Análises de validade convergente apresentaram resultados satisfatórios. O terceiro estudo apresentou os procedimentos de adaptação e validação do Questionário de Clima Escolar – Revisado, Versão para Ensino Fundamental – para o contexto brasileiro. Os resultados da ESEM apresentaram índices de ajuste satisfatórios para o modelo de seis fatores. Porém, foram sugeridas modificações na composição de quatro fatores (justiça, ordem e disciplina, envolvimento dos pais, relacionamento entre os estudantes). O QCE-EF apresentou também evidências de validade externa. As versões adaptadas da ERPA e do QCE-EF demonstraram ser medidas úteis para a avaliação de fatores da escola no contexto brasileiro. Por fim, o quarto estudo testou modelos de equações estruturais acerca do efeito independente e interativo da qualidade do relacionamento pais-criança e de fatores da escola sobre as habilidades sociais e os comportamentos agressivos entre pares. A percepção dos estudantes acerca da qualidade do clima escolar teve maior efeito sobre os seus comportamentos na escola, superando o efeito da qualidade dos relacionamentos adultocriança, mensurados pela percepção de pais e professoras. Os resultados enfatizaram a importância do contexto escolar para o desenvolvimento socioemocional na infância, destacando a necessidade de investigações que utilizem as crianças como fontes de informação.
Abstract The main objective of this thesis was to investigate the effect of family and school factors on the social skills and peer aggressive behavior in childhood. Theoretical and empirical studies were conducted. The theoretical study was a non-systematic review of the literature. It showed the role of parent-child and student-teacher relationships and school climate on socioemotional development in childhood. The second study showed the procedures for adaptation and validation of the Student-Teacher Relationship Scale (STRS) for the Brazilian context. Exploratory Structural Equation Modeling (ESEM) confirmed the factorial structure of the original instrument. Analysis of convergent validity showed satisfactory results. The third study showed the procedures for adaptation and validation of the School Climate Survey – Revised, Elementary and Middle School Version (SCS-MS) – for the Brazilian context. ESEM provided satisfactory indices of fit for the model of six factors. However, the factors justice, order and discipline, parental involvement and relationships between students were modified. SCS-MS demonstrated evidence of external validity. Adapted version of the STRS and SCS-MS proved to be useful measures for assessing school factors in the Brazilian context. Finally, fourth study tested structural equation models on the independent and interactive effects of the quality of parent-child relationships and school factors on social skills and peer aggressive behavior. The students' perceptions about the quality of school climate had a greater effect on their behavior in school, overcoming the effect of the quality of adult-child relationships, measured by parents and teachers perception. The results emphasized the importance of school context for socioemotional development in childhood, highlighting the need for studies that use children as sources of information.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/102335
Arquivos Descrição Formato
000932831.pdf (1.840Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.