Repositório Digital

A- A A+

Sobre vândalos e ativistas : o movimento Occupy Wall Street nos Estados Unidos e as Jornadas de Junho no Brasil nos editoriais dos jornais Folha de São Paulo e The New York Times

.

Sobre vândalos e ativistas : o movimento Occupy Wall Street nos Estados Unidos e as Jornadas de Junho no Brasil nos editoriais dos jornais Folha de São Paulo e The New York Times

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Sobre vândalos e ativistas : o movimento Occupy Wall Street nos Estados Unidos e as Jornadas de Junho no Brasil nos editoriais dos jornais Folha de São Paulo e The New York Times
Autor Zardo, Murilo Erpen
Orientador Benetti, Márcia
Co-orientador Dalmaso, Silvana Copetti
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Jornalismo.
Assunto Análise do discurso
Folha de S. Paulo (Jornal)
The New York Times (Jornal)
[en] Discourse
[en] Journalism
[en] June 2013 protests in Brazil
[en] Occupy Wall Street
Resumo O presente trabalho se trata de um estudo sobre os sentidos apresentados pelos editoriais dos jornais Folha de São Paulo e The New York Times que versaram sobre os protestos do movimento Occupy Wall Street, organizado nos Estados Unidos em 2011, e das Jornadas de Junho, ocorridas no Brasil em 2013. Os textos foram abordados de acordo com a metodologia da Análise do Discurso, a partir da perspectiva construcionista sobre o jornalismo, que o compreende como um gênero discursivo que afeta e é afetado pela realidade. Além da identificação dos sentidos extraídos dos editoriais, houve também uma confrontação entre os mesmos, com a finalidade de perceber as variações no tratamento da temática dos protestos de rua, por parte de ambas as publicações abordadas, quando estes se deram dentro e fora de seus países de origem.
Abstract This monograph is a study about the meanings presented on the editorials published by the newspapers Folha de São Paulo and The New York Times that talked about the protests of the Occupy Wall Street movement, organized in the United States in 2011, and the ones that took place in Brazil in June of 2013. The texts were addressed according to the Discourse Analysis methodology, and also to the constructionist perspective on journalism, that understands it as a discursive genre which affects and it's affected by reality. Beyond the identification of the meanings extracted from the editorials, there was also a confrontation between those, in order to perceive the variations on the treatment about the street protests subject by the two selected newspapers, when those happened inside and outside of their own countries.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/102352
Arquivos Descrição Formato
000932394.pdf (22.05Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.