Repositório Digital

A- A A+

A China na transição do sistema mundial : suas relações com EUA e Índia

.

A China na transição do sistema mundial : suas relações com EUA e Índia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A China na transição do sistema mundial : suas relações com EUA e Índia
Autor Pautasso, Diego
Orientador Cepik, Marco Aurelio Chaves
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Ciência Política.
Assunto China
Estados Unidos
Índia
Relações internacionais
Sistema mundial
[en] Asia-Pacific
[en] China
[en] Hegemony of USA
[en] Rising poles of power
[en] Transition in the worldwide system
[en] USA and India
Resumo O objetivo deste trabalho é discutir a ascensão internacional da China e suas relações com a Índia e os EUA. O argumento central é o de que a China está se tornando o centro gravitacional da ÁsiaPacífico, região que está assumindo a dianteira na 3ª Revolução Industrial, e, por sua vez, do processo de transição em curso no sistema mundial. A ascensão da China é parte de um longo ciclo de incorporação do país ao moderno sistema mundial, que inicialmente se processou de forma subordinada, por intermédio das Guerras do Ópio, mas vem assumindo notável importância após a Revolução e as Reformas. Com as Reformas a China vai criando as condições objetivas, internas e internacionais, para transformarse em um Estadopivô, catalisando as dinâmicas regionais da ÁsiaPacífico e projetandose globalmente. Assim, a aproximação da China com os EUA, nos anos 1970, transformase no núcleo do rearranjo de poder mundial. Nesse rearranjo de poder tanto regional quanto global, a Índia tem crescente relevância, pois pode influenciar decisivamente a ascensão da China e da ÁsiaPacífico, assim como a recolocação dos EUA no sistema mundial. Por isso, a dinâmica triangular China, EUA e Índia contém parte importante das respostas relativas aos novos pólos emergentes no espaço mundial e ao grau de conflitividade que esta transição pode produzir.
Abstract The purpose of this work is to discuss the international ascension of China and its relationship with India and USA.The main argument of this text is that China has becoming the gravitational center of PacificAsia, region wich is assuming the front in the third industrial revolution and, considering this, also the transition process in operation in the worldwide system that in a early moment was processed by China in a subordinate form (as seen through Opiun War), but wich has assuming a remarkable importance after the revolution and the reforms. By these reforms, China creates the objective condition, inside the country and internationaly, to transform itself in a Pivot State, catalysing the regional dynamics of AsiaPacific and projecting itself in the globe. Then, the aproximation between China and USA, in the 1970s, has increasing its significance, cause it may influence in a decisive way the rising of China and the AsiaPacific, beside of the replacement of USA in the worldwide sistem. The triangular dinamics of China, USA and India contains an important part of the answers relative to the new rising poles in the worldwide system and to the level of conflict wich this transition might produce.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10240
Arquivos Descrição Formato
000591357.pdf (1.458Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.