Repositório Digital

A- A A+

O sulfito e o tiossulfato induzem disfunção bioenergética em cortex cerebral de ratos

.

O sulfito e o tiossulfato induzem disfunção bioenergética em cortex cerebral de ratos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O sulfito e o tiossulfato induzem disfunção bioenergética em cortex cerebral de ratos
Autor Parmeggiani, Belisa dos Santos
Orientador Leipnitz, Guilhian
Co-orientador Ribeiro, César Augusto João
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Curso de Biomedicina.
Assunto Cérebro
Enzimas
Sulfito oxidase
Tiossulfatos
Resumo A sulfito oxidase (SO) é uma enzima que catalisa a conversão de sulfito a sulfato, a qual consiste na reação final da via de degradação dos aminoácidos sulfurados cisteína e metionina. A deficiência da SO é um erro inato do metabolismo caracterizado bioquimicamente pelo acúmulo cerebral de sulfito, tiossulfato e S-sulfocisteína e clinicamente por disfunção neurológica e atrofia cortical. Embora evidências demonstrem uma ação tóxica do sulfito, os mecanismos envolvidos no dano neurológico ainda não estão totalmente elucidados. Portanto, o objetivo deste trabalho foi investigar os efeitos in vitro do sulfito e do tiossulfato sobre parâmetros de metabolismo energético em córtex cerebral de ratos jovens. Ratos Wistar machos de 30 dias de idade foram eutanasiados por decapitação e tiveram o córtex cerebral dissecado e homogeneizado em tampão específico para cada técnica. As amostras foram pré-incubadas com os metabólitos em concentrações que variaram de 1 a 500 μM durante 30 min a 37 ºC. Após a incubação, foram determinadas a produção de CO2 a partir de glicose marcada radioativamente (U-14C), as atividades dos complexos enzimáticos da cadeia transportadora de elétrons (complexos I – IV) e as atividades das enzimas creatina quinase (CK) e Na+,K+-ATPase. Verificamos que o sulfito inibiu a atividade do complexo IV da cadeia respiratória mitocondrial, indicando um dano na transferência de elétrons. Por outro lado, o tiossulfato não alterou as atividades dos complexos avaliados. Além disso, ambos os metabólitos inibiram a atividade da creatina quinase total (tCK) e das suas isoformas mitocondrial e citosólica, sugerindo um comprometimento do tamponamento e transferência intracelular de energia em córtex cerebral de ratos. O efeito inibitório do sulfito sobre a atividade da tCK foi atenuado por melatonina, enquanto que a inibição causada pelo tiossulfato sobre esta enzima foi prevenida ou atenuada por melatonina, glutationa e reduzida pelo inibidor da óxido nítrico sintase Nω-nitro-L-arginina metil éster, indicando envolvimento de espécies reativas de oxigênio e nitrogênio nestes efeitos. Por outro lado, a produção de CO2 e a atividade da enzima Na+,K+-ATPase não foram alteradas pelos metabólitos. Nossos achados sugerem que a disfunção energética causada pelo sulfito e pelo tiossulfato pode estar envolvida no dano cortical encontrado nos pacientes afetados pela deficiência da SO.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/102532
Arquivos Descrição Formato
000934315.pdf (612.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.