Repositório Digital

A- A A+

Pesquisa dos genes estruturais, AdeB e AdeC, e regulatórios, AdeR e AdeS, do sistema de bomba de efluxo em isolados de Acinotebacter sp.

.

Pesquisa dos genes estruturais, AdeB e AdeC, e regulatórios, AdeR e AdeS, do sistema de bomba de efluxo em isolados de Acinotebacter sp.

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Pesquisa dos genes estruturais, AdeB e AdeC, e regulatórios, AdeR e AdeS, do sistema de bomba de efluxo em isolados de Acinotebacter sp.
Autor Hain, Thaís dos Santos
Orientador Corção, Gertrudes
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Curso de Biomedicina.
Assunto Acinetobacter
Antimicrobianos
Genes
Resumo Nas últimas décadas, algumas espécies de Acinetobacter têm se apresentado como patógenos oportunistas, causando diversas infecções nosocomiais. Por apresentarem resistência intrínseca a diversas classes de antimicrobianos e serem altamente capazes de adquirir outros mecanismos de resistência, esses micro-organismos tendem a desenvolver um fenótipo multirresistente, sendo assim uma causa maior de preocupação em ambiente hospitalar. Uma das principais formas de resistência em Acinetobacter é a expressão de bombas de efluxo; o sistema AdeABC, da família resistência-nodulação-divisão, utiliza a força próton motiva para catalisar o efluxo de diversos agentes antimicrobianos. Neste estudo, a presença dos genes estruturais, AdeB e AdeC, e dos regulatórios, AdeR e AdeS, da bomba AdeABC foi pesquisada em isolados multirresistentes de Acinetobacter sp., através da técnica de reação em cadeia da polimerase. Dentre os 98 isolados testados, 31 apresentaram todos os genes da bomba AdeABC, 30 tiveram todos os genes ausentes e os outros 37 apresentaram pelo menos um dos genes. Esses dados foram comparados com os resultados dos testes de concentração inibitória mínima, obtidos em um estudo anterior, demonstrando a presença e identificando os genes essenciais para o funcionamento da bomba AdeABC. Quando a presença da bomba não foi verificada, outros possíveis mecanismos foram sugeridos como responsáveis pela formação do perfil de multirresistência.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/102536
Arquivos Descrição Formato
000935313.pdf (433.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.