Repositório Digital

A- A A+

Geração e gênero na constituição de situações de vulnerabilidade aos acidentes e violências entre jovens de Porto Alegre

.

Geração e gênero na constituição de situações de vulnerabilidade aos acidentes e violências entre jovens de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Geração e gênero na constituição de situações de vulnerabilidade aos acidentes e violências entre jovens de Porto Alegre
Outro título Generación y género en la constitución de situaciones de vulnerabilidad a los accidentes y a la violencia entre jóvenes de Porto Alegre
Outro título Generation and gender in the constitution of vulnerability situations as to accidents and violent events among youngsters of Porto Alegre
Autor Cocco, Marta
Orientador Lopes, Marta Júlia Marques
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Gênero : Saúde
Morbidade : Adolescente
Morbidade : Causas externas : Porto Alegre (RS)
Saúde pública : Estatísticas
Violência
[en] Accidents
[en] External causes
[en] Gender and health
[en] Morbidity
[en] Public health: statistics & numerical data
[en] Violence
[en] Vulnerability
[en] Youngsters
[es] Accidentes
[es] Causas externas
[es] Género y salud
[es] Jóvenes
[es] Morbilidad
[es] Salud pública: estadística & datos numéricos
[es] Violencia
[es] Vulnerabilidad
Resumo Este estudo tem como objetivo conhecer e compreender a morbidade por Causas Externas (acidentes e violências) entre jovens na região Lomba do Pinheiro/Partenon, do município de Porto Alegre, no período de 2002 a 2005. Trata-se de um estudo de morbidade, híbrido, com desenho descritivo do tipo ecológico, baseado em uma série temporal, com elementos de coleta e análise qualitativa. Os dados referentes ao perfil da morbidade foram coletados durante os atendimentos de jovens, em sua demanda específica aos serviços. O instrumento local de registro serviu como base, também, para a construção do geodado possibilitando o georeferenciamento dos eventos. Utilizou-se para análise, a estatística descritiva software SPSS 13.0, e para o geoprocessamento o software Map-Info. A tipologia das Causas Externas e as situações de vulnerabilidade foram construídas a partir das entrevistas semi-estruturadas com 23 jovens, optando-se pela análise de conteúdo do tipo temático. Entre os resultados encontraram-se 442 jovens vítimas de Causas Externas, nesse período; identificou-se predomínio dos agravos em jovens do sexo masculino (64%) . O domicílio configurou-se no principal local das ocorrências desse tipo de agravo com 45,9% das informações. Entre as ocorrências mais freqüentes encontraram-se os acidentes domésticos, acidentes de esporte e lazer, acidentes com animais, violência interpessoal e violência sexual. Evidenciou-se que os jovens são oriundos de famílias de precária inserção socioeconômica, identificada pela renda familiar, pelo baixo nível de escolaridade dos pais, pelas condições de moradia, pela dificuldade de acesso aos bens de consumo e de inserção no mercado de trabalho, bem como evidências de fragilidade das relações sociais, na família e na comunidade. A violência e os acidentes para esse grupo populacional fazem parte do cotidiano, e os jovens estabelecem relação desses eventos com o consumo de álcool e drogas, ao hábito de fumar, dirigir em alta velocidade, às condutas agressivas ou violências, testando os próprios limites e a potencialização dessas atitudes, em grupos. Revela-se, portanto essa população/geração como um grupo vulnerável aos agravos por essas causas, considerando, entre outros elementos, as culturas de gênero e a precariedadedos espaços coletivos das relações sociais. Esses achados apontam para a necessidade de ações de saúde intersetoriais dirigidas aos jovens, às famílias, à escola, a comunidade, entre outros espaços de socialização como resposta às situações de vulnerabilidade que se apresentam nas diferentes dimensões, sejam programáticas, sociais e individuais às quais os jovens encontram expostos.
Resumen Este estudio tiene por objetivo conocer y comprender la morbilidad debido a Causas Externas (accidentes y violencia) entre jóvenes en la región de Lomba do Pinheiro/ Partenon de la municipalidad de Porto Alegre en el período de 2002 hasta 2005. Tratase de un estudio híbrido, con diseño descriptivo del tipo ecológico acerca de la mobilidad, basado en una serie temporal con elementos de colección y análisis cualitativo. Los datos en cuanto al perfil de la morbilidad fueron colectados entre los atendimentos de jóvenes de la búsqueda específica de los servicios. La herramienta local de registro servió también como base para la construcción del dato geográfico lo que possibilitó el referencial geográfico de los eventos. Se utilizó para el análisis, a través de la estadística descriptiva, el software SPSS 13.0 asi como el procesamiento geográfico a través del software Map-Info. La tipología de las Causas Externas y de las situaciones de vulnerabilidad fueron construídas a partir de las entrevistas semiestructuradas con 23 jóvenes siendo que se decidió por el análisis de contenido del tipo temático. Los resultados apuntaron 442 jóvenes víctimas de Causas Externas en este período; se identificó predominio de delitos entre jóvenes del sexo masculino (64%). El domicilio se configuró como el principal local de las ocurrencias de este tipo de delito con 45,9% de las informaciones. De entre las ocurrencias más frecuentes, se encuentran los accidents domésticos, accidentes de deportes y de tiempo libre, accidentes con animales, violencia interpersonal y violencia sexual. Se evidenció que los jóvenes vienen de famílias de precaria inserción socioeconômica identificada por los ingresos de la família, por el bajo nivel de educación de los padres, por las condiciones de morada, por la dificultad de acceso a los bienes de consumo y de inserción en el mercado de trabajo bien como evidencias de fragilidad de las relaciones sociales, en la família y en la comunidad. Para ese grupo de la población, la violencia y los accidentes hacen parte de su cotidiano y los jóvenes establecen relación de estes eventos con el consumo de alcohol y drogas, al hábito de fumar, conducir en alta velocidad, a las conductas agresivas o actos violentos testando los propios limites y la potencialización de estas actitudes en grupos. El estudio revela, por lo tanto, esa población/generacióncomo un grupo vulnerable a los delitos por esas causas, considerando, entre otros elementos, las culturas de género y la precariedad de los espacios colectivos de las relaciones sociales. Estes resultados apuntan para la necesidad de acciones de salud intersectoriales dirigidas a los jóvenes, a las famílias, a la escuela, a la comunidad, entre otros espacios de socialización, como respuesta a las situaciones de vulnerabilidad que se presentan en las distintas dimensiones sean programáticas, sociales o individuales a las cuales los jovenes y las jóvenes se encuentran expuestos.
Abstract This study aims at learning and understanding the morbidity due to External Causes (accidents and violence) among youngsters living in the city section of Lomba do Pinheiro/Partenon in the municipality of Porto Alegre – RS over the time frame between 2002 and 2005. It is a hybrid descriptive study on morbidity of the ecologic type based on a time series with elements of qualitative collection and analysis. The data regarding the morbidity profile were collected among attendances of youngsters looking for specific services. The local registration instrument also provided the basis for the construction of the geographical data allowing the geographical reference of the events. For analysis purposes through descriptive statistics, SPSS 13.0 software was utilized as well as the geographical processing through Map-Info software. The typology of the External Causes and the vulnerability situations were constructed from the semistructured interviews with 23 youngsters. The option was the analysis of content of the thematic type. The results pointed out 442 youngsters who were victims of External Causes within this period; identified predominance of offences among youngsters of masculine sex (64%). The domicile stood out as the main place of occurrences of this type of offence as per 45,9% of the information. Among the most frequent occurrences, there are domestic accidents, accidents upon sports and leisure activities, accidents with animals, interpersonal violence and sexual violence. The study evidenced that the youngsters come from families of precarious social and economical insertion identified by family income, low education of the parents, dwelling conditions, difficulty of access to consumption goods and of insertion in the labor market as well as evidences of fragility of the social relations in the family and in the community. For this population group, violence and accidents make part of their daily life and the youngsters have established a connection of these events with alcohol and drugs consumption, to smoking habit, driving at high speed, to aggressive behaviors or violent events while testing their own limits and to the potentialization of these attitudes in groups. The study therefore reveals this population/generation as a group vulnerable to offences due to such causes considering, among other elements, the cultures of gender and theprecariousness of the collective spaces for social relations. These findings point out to the need of health actions among sectors addressed to youngsters, families, school, community among other socialization spaces as a response to the vulnerability situations that are presented in the different dimensions, be they programmatic, social or individual to which male and female youngsters are exposed to.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10263
Arquivos Descrição Formato
000596826.pdf (1.915Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.