Repositório Digital

A- A A+

Presença da igreja no oeste do Paraná : a construção do imaginário católico (1930-1990)

.

Presença da igreja no oeste do Paraná : a construção do imaginário católico (1930-1990)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Presença da igreja no oeste do Paraná : a construção do imaginário católico (1930-1990)
Autor Deitos, Nilceu Jacob
Orientador Pesavento, Sandra Jatahy
Data 2004
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Colonização
História do Paraná
Igreja católica
Imaginário
[en] Catholic Church
[en] Colonization
[en] Imaginary
[en] Representations
Resumo Este trabalho investiga a presença da Igreja Católica no oeste do Estado do Paraná no período de 1930 a 1990. O período é relativo ao momento em que a Igreja marca presença através de sua institucionalização na região. A atuação da Igreja junto aos fiéis possibilitou a construção de um imaginário religioso através do qual, ao mesmo tempo em que a Igreja valorizou a presença dos colonos, estes tiveram a possibilidade de se instalarem na região, e estabeleceram uma relação de valorização ao papel desempenhado pela Igreja. A Igreja Católica utilizou-se de práticas e discursos que possibilitaram marcar presença na região, desenvolvendo uma estratégia que a caracterizou como uma instituição de necessidade ímpar junto aos colonos, a fim de provê-los dos "bens espirituais". Ao mesmo tempo, construiu a imagem do colono enquanto um homem abnegado ao trabalho e voltado aos interesses da coletividade. A recepção do discurso católico e as ações pastorais para que os discursos encontrassem receptividade por parte dos fiéis também foi uma questão analisada. Ao apontar para a construção do imaginário religioso, procurou-se investigar a partir das práticas e discursos feitos pelo clero católico junto aos colonos e a maneira como estes foram recebidos pelos colonos. Inúmeras ações foram desenvolvidas pelo clero católico e ainda hoje continuam, visando a melhor forma de atingir os fiéis, nos mais diversos níveis sociais. A realização do Concílio Ecumênico Vaticano II foi um momento de redefinição da Igreja Católica. O trabalho mostra a Igreja e sua atuação no espaço regional e as interferências que ela começou a sofrer a partir do pensamento conciliar que a perpassou em âmbito mundial, reelaborando um novo conceito de igreja e a repercussão destas mudanças na região. Por fim, os processos de tecnificação do campo e de urbanização que se intensificaram a partir da década de 1970, provocaram uma situação de redefinição da ação da Igreja a qual passou a remodelar seus discursos e reconstruir outras representações frente às mudanças ora registradas. Somado a isso, se percebe que a recepção dos discursos por parte dos fiéis também passou a exigir, dos emissores, estratégias mais elaboradas e convincentes. A abordagem conclusiva do trabalho consiste na demonstração das representações construídas pelos agentes da Igreja que atuaram durante os processos de colonização e de modernização.
Abstract This work investigates the presence of the Catholic Church in west of Paraná State in the period of 1930 a 1990. The period is relative to the moment that the Church is made institutional in the region. The role of the Church with the settlers presents a wealth of elements that built a body of representations, which contributed in a two-way process. At the same time the Church valorized the presence of the settlers, these had the possibility of settling in the region, and they established a relation of valorization and of importance in the role played by the Church. The Catholic Church, in settling its presence in the region, developed an own strategy of performance with the settlers, using the discourses that made possible to build itself as an institution of single necessity to the settlers, to provide them with “spirituals blessings”. At the same time, it searched to build the settler’s image as an unselfish man to the work and turned to the interests of the group as well. The reception of the catholic discourse and the pastoral actions to make the discourse find receptiveness by the churchgoers it was also an analyzed issue. In pointing out to the construction of the imaginary religious, it searched to investigate from the practices and discourses done by the catholic cleric with the settlers and the way as these were received for the settlers. Many actions were developed by the catholic cleric and continue until today, aiming the best way to get to the churchgoers in the several social levels. The realization of the Vatican Ecumenical Council II was a moment of redefinition of the Catholic Church. The work shows the Catholic Church and its performance in the region and the interferences that it started to suffer from the conciliatory thought that passed it by in a world scope, elaborating again a new concept of Church and the repercussion of this changes in the region. At last, the process of mechanization and urbanization of the field, which was intensified from the decade of 1970, provoked a situation of redefinition of the Church role, which began to remodel its discourses and rebuild other representations before the changes registered at this period. Adding to this, it is realized, that the reception of the discourses by the churchgoers also began to demand, from the speakers, more elaborated and convincing strategies. The conclusive approach of the work consists in the demonstration of the representations built or by the agents of the Church that worked during the process of colonization, or by the agents of the Church that worked during the process of modernization.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/10302
Arquivos Descrição Formato
000593474.pdf (870.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.