Repositório Digital

A- A A+

Desigualdades de gênero na vida de pessoas com HIV, Canoas-RS

.

Desigualdades de gênero na vida de pessoas com HIV, Canoas-RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desigualdades de gênero na vida de pessoas com HIV, Canoas-RS
Outro título Gender inequality in the life of people with HIV, Canoas - RS
Autor Schreiner, Bibiana Edeline
Orientador Meneghel, Stela Nazareth
Co-orientador Ceccon, Roger Flores
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Saúde Coletiva: Bacharelado.
Assunto Canoas (RS)
HIV
Identidade de gênero
[en] Aids
[en] Gender
Resumo OBJETIVO: Analisar as desigualdades de gênero presentes na vida de pessoas com HIV. MÉTODOS: Estudo transversal cuja amostra foi de 300 pessoas que vivem com hiv cadastradas em um serviço de referência do município de Canoas - RS. A análise foi realizada segundo o sexo e identificaram-se as desigualdades de gênero em relação aos aspectos sociodemográficos, clínicos e psicológicos. A análise estatística foi realizada com o software SPSS. As variáveis foram associadas através do teste Qui- Quadrado e considerou-se significativo um p<0,05. RESULTADOS: A maioria das pessoas tinha a pele branca, baixa escolaridade, era solteira, heterossexual e salariada. A principal forma de transmissão da doença foi por relação sexual e a maior parte não referiu doenças oportunistas, tinha CD4>350 células, carga viral detectável e aderia ao tratamento. As variáveis opção sexual, situação conjugal, ocupação, uso de drogas, forma de transmissão e aspectos mais afetados após diagnóstico foram estatisticamente diferentes entre os sexos (p<0,05). CONCLUSÃO: As desigualdades de gênero estiveram presentes na vida das pessoas que vivem com hiv, reforçando a necessidade de se considerar os fatores relacionados à gênero na atual configuração da epidemia da aids.
Abstract OBJECTIVE: Analyze gender inequalities present in the lives of people with hiv. METHODS: Cross-sectional study which sampled 300 people living with hiv enrolled in a specialized community health center in Canoas - RS. The analysis was performed according to sex and gender inequalities were identified in relation to sociodemographic, clinical and psychological aspects. Statistical analysis was performed with SPSS software. The variables were associated by the Chi-Squared distribution and it was considered significant at p < 0.05. RESULTS: Most of the people had white skin, low education, were single, heterosexual and employed. The main form of transmission was through sexual intercourse and the most part was not infected by opportunistic diseases, had CD4>350 cells, detectable viral load and adherence to treatment. Variables as sexual orientation, marital status, occupation, drug use, mode of transmission and most affected aspects after diagnosis were statistically different between sexes (p < 0.05). CONCLUSION: Gender inequalities were present in the lives of people living with hiv, reinforcing the need to consider aspects related to gender in the current configuration of the aids epidemic.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/103096
Arquivos Descrição Formato
000935692.pdf (128.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.