Repositório Digital

A- A A+

A competição de tênis como modelo de educação e formação de crianças : o caso das categorias até 10 anos

.

A competição de tênis como modelo de educação e formação de crianças : o caso das categorias até 10 anos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A competição de tênis como modelo de educação e formação de crianças : o caso das categorias até 10 anos
Autor Gonçalves, Gabriel Henrique Treter
Orientador Balbinotti, Carlos Adelar Abaide
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Competições esportivas
Ensino : Aprendizagem
Tênis (Esporte)
Resumo O tema da presente dissertação é a competição de tênis infantil (até 10 anos). O estudo trata da educação e formação de crianças por meio de um novo modelo de competição de tênis, o Tennis 10’s. Este modelo foi instituído pela Federação Internacional de Tênis e suas novas regras entraram em vigor em 2012. Com base na Teoria da Competição Esportiva para Crianças e Jovens de Marques (2004) foram elaboradas as questões central e norteadoras do projeto, levando em consideração as três categorias estabelecidas pelo autor como fundamentais para se ter uma competição infantil em um sentido de educação e formação: a) competições adequadas às capacidades, necessidades e interesses das crianças; b) ter a competição como estruturante da formação esportiva, e; c) proporcionar um grande número de participações competitivas. Para tanto foram entrevistados 11 treinadores de tênis com experiência na área infantil. Além disso, foi realizada uma análise de documentos públicos a fim de aprofundar a discussão. Verificou-se que o Tennis 10’s avançou muito em relação ao modelo anterior, o qual reproduzia o modelo adulto. As competições se apresentam relativamente adequadas, no entanto podem ser realizados mais eventos em modalidades diferentes, como jogos em duplas e equipes. O formato das competições deve proporcionar maiores oportunidades para as crianças realizarem o maior número de partidas possível dentro de uma mesma competição, reduzindo o formato eliminatório. O número de participações competitivas está relativamente reduzido, podendo haver maior número de competições oficiais. Estes resultados influenciam diretamente a questão das vitórias e derrotas, a qual, segundo os treinadores, possui um valor pedagógico essencial no esporte. Além disso, surgiu uma nova categoria oriunda da fala dos treinadores: a influência dos pais na competição de tênis infantil. Verificou-se que deve haver maior preocupação no sentido de educar e instruir estes pais, a fim de que os mesmos estejam cientes do seu papel no processo. Acredita-se que o estudo contribui para o avanço do conhecimento na área, contudo os resultados indicam que a competição de tênis infantil é um fenômeno complexo e, portanto, novos estudos são necessários para que seja possível elaborar uma teoria da competição de tênis infantil como um modelo de educação e formação de crianças.
Abstract The theme of this dissertation is the youth tennis competition (up to 10 years old). The study addresses the education and formation of children through a new model of tennis competition, the Tennis 10's. This model was introduced by the International Tennis Federation and its new regulations were put into force in 2012. The main and guiding questions of the project were based on the Children and Youth Sports Competition Theory by Marques (2004) according to three categories established by the author as fundamental to accomplish a child’s competition aiming the education and formation process: a) competitions focused on children’s skills, needs and interests; b) use the competition as a foundation in sports formation, and; c) promote a great number of competitive events. Eleven experienced tennis coaches in the area were interviewed. Furthermore, an analysis of public documents was made to deepen the discussion. As a result, it was found that the Tennis 10's made a great progress from the previous model, which reproduced the adult model. The competitions are relatively well organized, however more events can be held in different modalities, such as doubles and teams events. The competition’s format should allow the opportunity for children to play more matches in a single competition, reducing the eliminatory format. The number of events is relatively small, there should be a larger number of official events. These results influence directly in the matter of wins and losses, which, according to the coaches, have an essential pedagogical value in sports. In addition, a new category emerged from the coaches’ interviews: parental influence on children's tennis competition. It was found that there should be a greater concern in order to educate and teach the parents so they can be aware of their role in the process. The study contributes to the advance of knowledge in this area, however the results indicate that the children’s tennis competition is a complex phenomenon and, therefore, further studies are necessary to be able to develop a children’s tennis competition theory as a model of education and formation of children.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/103099
Arquivos Descrição Formato
000936221.pdf (1.054Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.