Repositório Digital

A- A A+

Representações de masculinidade entre os jovens em Moçambique em tempos de SIDA

.

Representações de masculinidade entre os jovens em Moçambique em tempos de SIDA

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Representações de masculinidade entre os jovens em Moçambique em tempos de SIDA
Autor Gomes, Laura Maria de Aguiar Loforte
Orientador Seffner, Fernando
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto AIDS
Escola Secundária Nelson Mandela.
Estudos culturais
Gênero
Identidade
Juventude
Maputo (Moçambique)
Masculinidade
Moçambique
Representação
Sexualidade
[en] Gender
[en] HIV/AIDS and Mozambique
[en] Masculinities
[en] Sexuality
[en] Youth
Resumo O presente trabalho problematiza as representações de gênero e sexualidade dos jovens do sexo masculino em Moçambique e o seu comportamento frente ao HIV/SIDA. Na produção dos dados participaram estudantes da Escola Secundária Nelson Mandela da província de Maputo e utilizei as técnicas do grupo focal e de entrevistas. Este estudo insere-se no campo dos estudos culturais na vertente pósestruturalista, mais particularmente na área dos estudos de gênero e sexualidade. Compreender como é que os jovens do sexo masculino se tornam homens e que mecanismos são acionados na produção dessas masculinidades jovens constituíram elementos que percorreram este trabalho. Durante a pesquisa foi possível perceber que estes jovens têm como ponto de partida e de chegada a família. A família referenciada pelos pais, tios, irmãos e avós ocupa um lugar de destaque na vida dos jovens, e interfere na produção destas identidades masculinas, sem esquecer que outros elementos como escola, religião, mídia, grupos de pares, ONG,s participam e dialogam de igual modo neste processo. A família aparece igualmente como ponto de chegada considerando que todos os jovens participantes desta pesquisa almejam ter uma casa, esposa, filhos e filhas. Ter um emprego que permita aos jovens prover a família é uma preocupação e uma meta a ser atingida por todos, para além de esta ser também uma forma de os futuros homens conseguirem autonomia e respeito perante a sociedade. Estes jovens apresentam identidades fluídas e cambiantes que ora se encaminham para representações mais tradicionais e conservadoras, ora privilegiam questões da modernidade sendo que por vezes e não raras, estão presentes elementos tradicionais e da modernidade em regime de tensão permanente.
Abstract The present research problematizes gender representations and the sexuality of youths of the masculine sex in Mozambique and their behaviour facing HIV/AIDS. Students from the “Escola Secundária Nelson Mandela” (Nelson Mandela Secondary School) in Maputo participated in producing the data, by means of the use of focal groups and interviews as techniques. This study inserts itself in the cultural studies field through a post-structuralism point of view, more specifically in the arena of gender and sexuality studies. Comprehending how male youths become men, and which mechanisms are activated in producing these young masculinities, constituted elements that travelled the length of this study. During the research, it was possible to perceive that these youths have their family as a platform, a base from which they depart and arrive. The above mentioned family, which includes parents, uncles, brothers and grandparents occupies a distinguished position in the lives of the youths, and interferes in the production of these masculine identities, not forgetting that other elements such as school, religion, media, peer groups and NGO´s participate and discuss, in an equal manner, in this process. The family once again appears as an arrivals platform considering that all the youths participating in this research aim to have a house, wife and children. Having employment that permits the youths to provide for a family is a preoccupation and a target to be reached for all, apart from this also being a form of the future men gaining autonomy and respect before society as well. These youths present fluid and shifting identities, which sometimes stray towards more traditional and conservative representations, whilst sometimes giving privilege to issues of modernity, being that in not so rare an instance, traditional and modernity elements are present in a regime of constant tension.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10314
Arquivos Descrição Formato
000595281.pdf (394.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.