Repositório Digital

A- A A+

Marcadores biológicos e nível de funcionalidade em pacientes bipolares

.

Marcadores biológicos e nível de funcionalidade em pacientes bipolares

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Marcadores biológicos e nível de funcionalidade em pacientes bipolares
Autor Rosa, Adriane Ribeiro
Orientador Kapczinski, Flávio Pereira
Data 2007
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina : Ciências Médicas.
Assunto Fatores de crescimento neural
Neuroglia
Sistema nervoso central
Transtorno bipolar
[en] Bipolar disorder
[en] Functioning
[en] Functioning scale
[en] GDNF
[en] Glia
[en] Impairment functional
[en] Neurotophins
Resumo Alterações em estruturas específicas do SNC, em particular, no sistema fronto-límbico, assim como a diminuição das células neuronais e gliais parece estar envolvida com a fisiopatologia do Transtorno do Humor Bipolar (THB). A glia exerce um importante papel no SNC, entre os quais, a produção de neurotrofinas, em especial, o Fator de Crescimento Neurotrófico derivado de Células da Glia (GDNF). Um marcado aumento dos níveis séricos de GDNF em pacientes deprimidos (F= 42.31; p=0.004; one-way ANOVA) e maníacos (F= 42.31; p=0.001; one-way ANOVA) foi demonstrado neste estudo, sugerindo um possível envolvimento desta neurotrofina com o THB. Por outro lado, alterações nos fatores neurotróficos afetam os mecanismos de plasticidade sináptica, podendo contribuir para as deficiências cognitivas apresentadas pelos pacientes. Deficiências cognitivas, em especial, as falhas de memória são descritas, as quais influenciam a funcionalidade destes indivíduos, principalmente a nível ocupacional e social. As altas taxas de disfuncionalidade apresentadas pelos pacientes e a falta de padronização dos instrumentos usados nos estudos para avaliar funcionalidade, nos levaram ao desenvolvimento de uma escala. A Escala Breve de Funcionalidade (FAST) é um instrumento de rápida e fácil aplicação desenvolvida para usar em psiquiatria, em especial, paciente com THB. A FAST avalia objetivamente seis áreas específicas da funcionalidade, tais como autonomia, trabalho, cognição, relacionamentos interpessoais, finanças e lazer. A validação da escala foi realizada através de testes psicométricos, tais como: consistência interna (alfa de Cronbach’s igual a 0.909), validade concorrente comparada com a GAF (r=-0.903; p<0.001), test-retest (0.98; p<0.01), validade em detectar diferenças entre episódios agudos (maníacos: 40.44±9.15 e deprimidos 43.21±13.34) e períodos de remissão (18.55±13.19; F=35.43; p<0.001) e análise fatorial. Os resultados obtidos foram muito positivos, tornando o instrumento válido e prontamente disponível para o uso na prática clínica e investigação. Palavras-chave: transtorno do humor bipolar, GDNF, glia, neurotrofinas, funcionalidade, disfuncionalidade, escalas de funcionalidade.
Abstract Alterations in specific structures of CNS, in particular, fronto-lymbic system, and a reduction of neurons and glial cells appear to be involved in the pathophysiology of bipolar disorder. Glial cells have an important role in the CNS, for example, the production of neurotrophins, especially, Glial Cell Line-derived Neurotrophic Factor (GDNF). In this study, we showed a marked increased in the serum levels of GDNF in depressive (F= 42.31; p=0.004; one-way ANOVA) and manic bipolar patients (F= 42.31; p=0.001; one-way ANOVA), which suggested that GDNF could be involved in the physiopathology of bipolar disorder. On the other hand, alterations in the neurotrophic factors hinder synaptic plasticity mechanisms, may result in cognitive impairment in bipolar patients. In particular, memory difficulties have been reported here, and these difficulties influence occupational and social functioning in these subjects. High rates of functional impairment showed by bipolar patients and a lack of standardization of the instruments available to assess functioning in the studies motivated us to development the scale. The Functioning Assessment Short test (FAST) is a rapid instrument and easy to apply developed to use in psychiatry, especially, bipolar patients. It assesses six specific domains of functioning, such as autonomy, occupational functioning, cognitive functioning, financial issues and leisure time. The validation of FAST was performed by psychometric tests such as internal consistency (Cronbach’s alpha: 0.909), concurrent validity compared to the GAF (r=-0.903; p<0.001), validity as a discriminative measure to detect the difference between euthymic (18.55; F=23.59; p<0.001) and acute patients (manic: 38.50; depressive: 42.38; mixed: 43.21), factorial analysis and test-retest reliability (0.953; p<0.01). The FAST scale showed strong psychometric properties and it is now available for use in both clinical practice and investigation settings.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/10328
Arquivos Descrição Formato
000595929.pdf (1.386Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.