Repositório Digital

A- A A+

Deficiência visual, corporeidade e tecnologia : um estudo sobre a construção da imagem corporal e a expressão da sexualidade por pessoas com deficiência visual em ambientes virtuais

.

Deficiência visual, corporeidade e tecnologia : um estudo sobre a construção da imagem corporal e a expressão da sexualidade por pessoas com deficiência visual em ambientes virtuais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Deficiência visual, corporeidade e tecnologia : um estudo sobre a construção da imagem corporal e a expressão da sexualidade por pessoas com deficiência visual em ambientes virtuais
Autor Bortolini, Elisa
Orientador Rosário, Nísia Martins do
Co-orientador Aguiar, Lisiane Machado
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Relações Públicas.
Assunto Deficiente visual
Interação mediada por computador
Sexualidade
[en] Embodiment
[en] Internet
[en] Mental representation
[en] Sexuality
[en] Visual impairment
Resumo Esta pesquisa investiga de que forma os indivíduos com deficiência visual constroem a representação de seus próprios corpos bem como que sentido produzem e de que forma interpretam o corpo dos indivíduos com quem se relacionam em ambientes virtuais, correlacionando a questão da corporeidade com a expressão da sexualidade. Realiza-se um estudo baseado em histórias de vida, analisando os relatos dos entrevistados sob a luz da fenomenologia da percepção e dos estudos sobre as novas significações do corpo, encarado como uma construção simbólica. Também é feito uso das concepções sobre cibercultura e interação mediada por computador para entender como os indivíduos com deficiência visual relacionam-se no ciberespaço. Após a análise, observa-se que o cego gera uma imagem mental do corpo com base em referenciais específicos em função da sua condição, sendo alguns aspectos interpretados e construídos de forma diferente do vidente. Ainda, constata-se que a internet é, para esses indivíduos, sinônimo de inclusão e igualdade de oportunidades, e que nesse meio eles têm mais liberdade para expressarem sua sexualidade.
Abstract In this paper, we seek to understand how the visually impaired build a mental representation of their own bodies, as well how they produce sense and interpret the body of individuals with who they get related in virtual environments, correlating the concepts of embodiment and expression of sexuality. The research is based on life stories, which are analysed considering the phenomenological structure of perception and the studies about new meanings attributed to the body that is understood as a symbolic construction. Also, we use the conceptions about cyberculture and computer-mediated communication to understand how the visually impaired builds relationships on the internet. After the analysis, we observe that blind people usually create a mental image of the body based on a specific system of references imposed by their condition, and some aspects are interpreted and constructed in a different way when compared to those who can see. Moreover, we verify that internet is synonymous of inclusion and equal opportunities for these people, and that they fell more freedom to express their sexuality in the cyberspace.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/103383
Arquivos Descrição Formato
000932615.pdf (1.165Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.