Repositório Digital

A- A A+

Atividade antibacteriana/desinfetante de extrações galênicas de Jacaranda micrantha Cham. (caroba) sobre cepas de salmonela e estafilococos padrões e de isoladas em produtos de origem animal.

.

Atividade antibacteriana/desinfetante de extrações galênicas de Jacaranda micrantha Cham. (caroba) sobre cepas de salmonela e estafilococos padrões e de isoladas em produtos de origem animal.

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Atividade antibacteriana/desinfetante de extrações galênicas de Jacaranda micrantha Cham. (caroba) sobre cepas de salmonela e estafilococos padrões e de isoladas em produtos de origem animal.
Autor Drebes, Tainá
Orientador Avancini, Cesar Augusto Marchionatti
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Atividade antibacteriana : Plantas
Epidemiologia veterinaria
Estafilococos
Jacaranda micrantha Cham.
Plantas medicinais : Brasil Rio Grande do Sul
Salmonella
[en] Antibacterial
[en] Disinfectant
[en] Jacaranda
[en] Staphylococcus
Resumo Relatos sobre resistência de microrganismos a inúmeros produtos químicos-sintéticos convencionais, bem como demanda por tecnologias adequadas ao sistema de produção orgânico/agroecológico motivaram o desenvolvimento dessa pesquisa buscando soluções antimicrobianas originadas de extrações de vegetais. O objetivo deste trabalho foi avaliar atividade desinfetante em extrações de Jacaranda micrantha Cham. (caroba), selecionada baseado em investigação etnográfica sobre plantas medicinais nativas no sul do Brasil. Foram confrontadas as cepas padrões Salmonella Choleraesuis ATCC 10708 e Staphylococcus aureus ATCC 25923, bem como as isoladas em alimentos de origem animal Salmonella spp (N=20) e Staphylococcus coagulase positiva (N=20). O método foi o de diluição, pelo teste de suspensão quantitativo para avaliar atividade bactericida de desinfetantes e antissépticos químicos. As formas foram decocto e extrato hidroetanólico (EH). A triagem, com os organismos padrões, ocorreu nas proporções (p : v) 5 g : 100 mL, 10 g : 100 mL e 20 g : 100 mL, hidratados ao volume inicial. As densidades populacionais (DP) de confronto foram 107, 106 e 105 UFCmL-1, nos tempo de contato de oito e 24 horas. A proporção 10 g : 100 mL foi usada para confrontar as isoladas. Verificada a identidade fitoquímica detectou-se a presença de compostos fenólicos, taninos condensados e flavonas tanto no decocto quanto maceração hidroacoólica, e de saponinas apenas no decocto. A triagem evidenciou que o decocto praticamente não promoveu redução das densidades populacionais frente as duas padrões, o mesmo ocorrendo frente às isoladas. Já o EH, na menor proporção p : v, inativou as cepas padrões na menor DP, e nas proporções 10 e 20 : 100 todas DP (exceção de 107 da Salmonella, apenas com redução). Frente as isoladas de Salmonella spp., inativou 5 % delas nas DP 106 e 105 UFCmL-1, e frente as Staphylococcus coagulase positiva, 5 % na DP 107, 40 % na 106 e 75 % na 105 UFCmL-1. Concluiu-se que o decocto pouco apresentou atividade antibacteriana, enquanto que o EH promoveu ação de redução logarítmica das densidades populacionais ou mesmo de inativação total frente todas as bactérias. As evidências mostram que além da densidade populacional de confronto, características intrínsecas dos indivíduos isolados dos dois gêneros também interferiram no tempo necessário para que a ação fosse promovida.
Abstract Reports of resistance of microorganisms to many conventional chemical-synthetic products, as well as the demand for appropriate organic / agroecological system technologies motivated the development of this research originated seeking antimicrobial solutions for extractions vegetables. The objective of this study was to assess disinfectant activity extractions Jacaranda micrantha Cham. (caroba), selected based on ethnographic research on native medicinal plants in southern Brazil. Standards strains Salmonella Choleraesuis ATCC 10708 and Staphylococcus aureus ATCC 25923 were compared, as well as isolates in foods of animal origin: Salmonella spp (N = 20) and Staphylococcus coagulase positive (N = 20). The method was to dilution by the quantitative suspension test for evaluating bactericidal activity of chemical disinfectants and antiseptics. The forms were hydroethanolic extract (HE) and decoction, screening with standards strains, occurred in the proportions (p: v) 5 g: 100 mL, 10 g: 100 ml and 20 g: 100 ml, hydrated to the original volume. Population densities (PD) of confrontation were 107, 106 and 105 UFCmL-1, the contact time of 8 and 24 hours. The ratio 10 g: 100 mL was used to confront the isolates. Verified the identity phytochemical detected the presence of phenolic compounds, flavones and condensed tannins as hidroacolic both the decoction and saponins only decoction. The screening showed that the decoction hardly promoted reduction of population densities across the two standards, the same occurring against isolated. Have the HE, the lowest proportion p: v, inactivated strains patterns in lower PD, and in the proportions 10 and 20: 100 all PD (except for the 107 Salmonella, only reduction). Against isolates of Salmonella spp. 5% of inactivated at 106 and 105 UFCmL-1 PD and against Staphylococcus coagulase positive in 5% PD 107, 40% 106 and 75% at 105 UFCmL-1. It was concluded that the decoction showed little antibacterial activity, while the hydroalcoholic extract promoted action log reduction in population density or total inactivation forward all bacteria. Evidence shows that in addition to population density of confrontation, intrinsic characteristics of isolated individuals of both genders also interfered in the time required for the action to be promoted.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/103435
Arquivos Descrição Formato
000937496.pdf (1.066Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.