Repositório Digital

A- A A+

Programa de intervenção motora lúdica inclusiva : análise motora e social de casos específicos de deficiência mental, síndrome do x-frágil, síndrome de down e criança típica

.

Programa de intervenção motora lúdica inclusiva : análise motora e social de casos específicos de deficiência mental, síndrome do x-frágil, síndrome de down e criança típica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Programa de intervenção motora lúdica inclusiva : análise motora e social de casos específicos de deficiência mental, síndrome do x-frágil, síndrome de down e criança típica
Autor Boccardi, Daniela
Orientador Valentini, Nadia Cristina
Data 2003
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Comportamento motor
Deficientes
Educação física adaptada
Inclusão social
Resumo Este estudo investiga a influência de um programa de intervenção motora lúdica inclusiva nas habilidades motoras fundamentais (saltito em um pé, salto horizontal, arremesso sobre o ombro e recepção de um objeto) e nas relações interpessoais da criança com Deficiência Mental, da criança com Síndrome do X-Frágil, da criança com Síndrome de Down e da criança típica, na faixa etária dos 05 aos 11 anos de idade. A abordagem qualitativa com um delineamento experimental do tipo estudo de caso foi utilizada. Treze crianças participaram da intervenção, sendo que quatro crianças com os respectivos quadro clínicos acima citados constituiram-se do foco deste estudo. Para a análise das habilidades motoras fundamentais foi utilizado a Seqüência de Desenvolvimento proposto por Roberton e Halverson (1984); e para a análise do comportamento social foi utilizado o Sistema de Categorização de Comportamentos Sociais proposto por Batista (1999). As informações coletadas respondem aos objetivos específicos da pesquisa que são: (1) identificar, descrever e analisar o nível de desenvolvimento das habilidades motoras fundamentais frente a um programa de intervenção motora lúdica inclusiva; e (2) identificar e analisar as relações interpessoais da criança com deficiência e da criança típica juntamente com o adulto e com outras crianças em um contexto de inclusão. A análise qualitativa dos resultados mostra que um programa de intervenção motora lúdica inclusiva propicia melhorias no desempenho motor das crianças com deficiência e um aperfeiçoamento das habilidades motoras da criança típica, como também demonstram mudanças positivas nas relações interpessoais, principalmente da criança típica para com a criança com deficiência. O brincar foi um instrumento valioso neste estudo por que além de satisfazer as necessidades infantis, foi um recurso para minimizar a resistência à inclusão da criança com deficiência junto a criança típica. Proporcionou novos referenciais motores e sociais a estes dois grupos de crianças. Os resultados desta pesquisa sugerem a necessidade de investir em contextos inclusivos que oferecem para todas as crianças oportunidades de trabalhar em cooperação, propiciando diversidade de experiências que promovem a aceitação mutua das diferenças.
Abstract This study investigated the influence of an inclusive ludic motor intervention program on the fundamental motor skills (hop, jump, throw, and catch) and on the interpersonal relationship of children with mental disorder, X-fragile syndrome, Down syndrome, and children with typical development from 5 to 11 years of age. A qualitative approach using a case study experimental design was used. Thirteen children participated in the intervention; however, only four children with the clinical profiles cited above were focused on the present study. The Development Sequence, proposed by Roberton e Halverson (1984), was used to analyze the children’s motor skills performance. The Categorization System of Social Behavior, proposed por Batista (1999), was used to analyze the children’s social interrelationships. Collected information attempted in this research was to: (1) identify, describe and analyze the fundamental motor skill level of development as a result of an intervention program with an inclusion approach; and (2) identify, describe and analyze the interpersonal relationships of disabled and typical children with their pairs and with adults in an inclusion environment. The qualitative analyses of results suggested that the inclusive ludic motor intervention program provided gains in the motor development of the disabled children and an enrichment of the motor skill abilities of the typical children. Positive changes in the interpersonal relationships were also observed, mainly for the typical in relation to the disabled children. The playful environment was considered a powerful tool in the study because it fulfilled the needs of the young children and minimized the resistance to inclusion of the typical children to the disabled children. Overall, the intervention helped all children to build new motor and social references, regardless of disabilities. These results suggest that inclusive environments offer better opportunities to all children in working together, providing them with diversity experiences, which promote mutual acceptance of differences.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10350
Arquivos Descrição Formato
000413304.pdf (662.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.