Repositório Digital

A- A A+

E o futuro se dissolvia no mormaço amazônico : paralisia econômica e solidão cultural na Manaus de Relato de um certo oriente

.

E o futuro se dissolvia no mormaço amazônico : paralisia econômica e solidão cultural na Manaus de Relato de um certo oriente

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título E o futuro se dissolvia no mormaço amazônico : paralisia econômica e solidão cultural na Manaus de Relato de um certo oriente
Autor Cezar, Luís Adriano de Souza
Orientador Gomes, Gínia Maria de Oliveira
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Hatoum, Milton 1952-. Relato de um certo oriente
Literatura brasileira
Manaus (AM)
[en] Modernization
Resumo Este trabalho apresenta um estudo sobre Relato de um certo Oriente (1989), de Milton Hatoum. Nesse estudo, ganha realce a Manaus representada no romance. Sob os influxos do Ciclo da Borracha e da Zona Franca, dois processos modernizadores que, em momentos distintos do século XX, visaram ao desenvolvimento da cidade, essa capital amazonense é interpretada em seus valores de descontinuidade econômica e cultural em relação a outras regiões brasileiras. Recorrendo ao auxílio do discurso histórico, esta dissertação propõe um viés crítico para a obra, por conta do qual ela é analisada, enquanto a primeira representante de uma série romanesca em que se destaca a consciência do atraso amazônico. Em razão disso, recebe importância a discussão a propósito da escolha narrativa do romance e da constituição de algumas personagens submetidas a desdobramentos negativos da entrada arrebatadora do capital estrangeiro em Manaus. Desse modo, este trabalho argumenta que o ponto de vista narrativo do romance apresenta uma valoração de tal modo pessimista para a chegada do progresso que se dá a ver, em suas mais profundas condições de miserabilidade humana e de desrespeito cultural, setores minoritários e excluídos da sociedade manauara em relevo.
Abstract This work presents a study about Relato de um certo Oriente (1989), of Milton Hatoum. In this research, gains relief the Manaus represented in the novel. Under the inflows of the Rubber Cycle and of the Free Economic Zone of Manaus, two modernizing processes that, in distinct moments of the 20th century, looked for the development of the city, this amazon capital is interpreted in its values of economic and cultural discontinuity in relation to another brazilians regions. Running to the support of the historical speech, this thesis proposes a critical look to the work, whereby it is analized, while the first representative of a novelistic range wherein the conciousness of the amazon delay stands out. For this reason, gets importance the discussion in despite of the chosen narrative of the novel and of the constitucion of some characters submited to negative developments of the sweeping entry that the narrative point of view of the novel shows a valoration quite pessimistic for the incoming of progress that allows to realize, in its more deep conditions of human misery and of cultural disrespect, minority sectors and excluded of the manauara society raised.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/103885
Arquivos Descrição Formato
000931077.pdf (679.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.