Repositório Digital

A- A A+

Interferência de patuã (Brachiaria plantaginea) em soja e seu manejo através da integração dos métodos cultural e químico

.

Interferência de patuã (Brachiaria plantaginea) em soja e seu manejo através da integração dos métodos cultural e químico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Interferência de patuã (Brachiaria plantaginea) em soja e seu manejo através da integração dos métodos cultural e químico
Outro título Alexandergrass (Brachiaria plantaginea) interference in soybean and its management integrating cultural and chemical methods
Autor Lazaroto, Carlos Alberto
Orientador Fleck, Nilson Gilberto
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia.
Assunto Controle cultural
Controle químico
Erva daninha
Herbicida
Papuã
Soja
Resumo Infestações de papuã costumam ocorrer com freqüência em áreas cultivadas com soja na região Sul do Brasil, causando prejuízos econômicos na produtividade dessa oleaginosa. Este trabalho objetivou avaliar a integração dos métodos cultural e químico no manejo de papuã e reduzir o uso de herbicidas em soja. Foram conduzidos dois experimentos em campo, testando-se épocas de semeadura da soja em relação à dessecação da cobertura vegetal, cultivares de soja e espaçamentos entre fileiras da cultura, mais épocas de controle de papuã em pósemergência e doses do herbicida clethodim. Constatou-se que o atraso na emergência da soja, em relação ao papuã, aumenta os efeitos negativos deste sobre a cultura. A redução do espaçamento entre fileiras de soja de 50 para 25 cm proporciona maior habilidade competitiva à cultura em relação ao papuã. O controle químico de papuã, quando as plantas de soja já se encontram no estádio VB7B a VB8B, reduz a produtividade de grãos da cultura. O uso de medidas culturais e químicas, combinadas, permite reduzir a dose do herbicida clethodim para controlar papuã, sem perda de eficiência ou comprometimento da produtividade de grãos de soja.
Abstract Alexandergrass infestations use to occur frequently in soybean producing areas of Southern Brazil, causing economic losses in yield of this oil seed crop. This research aimed to evaluate integration of cultural and chemical methods in order to manage Alexandergrass infestations and to decrease the use of herbicides in soybean. There were carried out two field experiments, testing times of soybean seeding after desiccation of cover vegetation, soybean cultivars, and crop row widths, plus times of post-emergence Alexandergrass control and rates of the herbicide clethodim. When soybean emergence occurs after Alexandergrass emergency, increases the negative effects of the weed over the crop. Reducing soybean row width from 50 to 25 cm provides greater competitive ability to the crop in relation to Alexandergrass. Chemical control of the weed, when soybean plants were at VB7 Bto VB8 Bstage of growth, decreases crop grain yield. The integration of cultural and chemical measures allows to reduce clethodim rate in controlling Alexandergrass, without loss of herbicide efficiency or compromising the soybean grain yield.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10400
Arquivos Descrição Formato
000598182.pdf (777.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.