Repositório Digital

A- A A+

Expressão do CD64 como preditor de cultural positivo em crianças com neutropenia febril

.

Expressão do CD64 como preditor de cultural positivo em crianças com neutropenia febril

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Expressão do CD64 como preditor de cultural positivo em crianças com neutropenia febril
Autor Barbosa, Gustavo Göhringer de Almeida
Orientador Daudt, Liane Esteves
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente.
Assunto Citometria de fluxo
Neutropenia febril
Proteina C-reativa
Sepse
[en] Antigens CD64
[en] C reactive protein
[en] Febrile neutropenia
[en] Flow cytometry
[en] Sepsis
Resumo Introdução: Uma em cada 25 crianças com câncer vai morrer devido a complicações da terapia: trata-se de uma em cada seis mortes. Das complicações do tratamento, uma importante causa de morte continua sendo a infecção. Esta frequentemente apresenta-se como febre com neutropenia, mais conhecido como “neutropenia febril”. O reconhecimento precoce de processos infecciosos em pacientes neutropênicos é dificultado pelo fato destes poderem ter apresentações clínicas variadas e não específicas, aguardando-se o início da febre para se começar um tratamento com antibióticos. O CD64 é um marcador de superfície de neutrófilos, detectável por exame de citometria de fluxo e que é pouco expressado em neutrófilos não sensibilizados. Quando o neutrófilo é exposto a TNF- alfa e outros mediadores inflamatórios, este marcador passa a ser ativado e é mensurado através da expressão do Índice de CD64. Justificativa: O diagnóstico precoce de sepse com hemocultura positiva em crianças neutropênicas febris é de suma importância. Os testes laboratoriais disponíveis nos ajudam pouco no momento da chegada deste paciente ao hospital. O diagnóstico mais precoce de uma infecção bacteriana nestes pacientes possibilita um melhor manejo da antibióticoterapia e, consequentemente, uma melhora na sobrevida. Objetivos: O objetivo deste trabalho foi de avaliar a existência de relação entre o valor do índice de CD64 no primeiro dia de neutropenia febril com a positividade da hemocultura. A correlação com outros parâmetros, como número de leucócitos, PCR e VSG também foi avaliada. Metodologia: Este foi um estudo do tipo casos e controles, prospectivo, diagnóstico, com 64 episódios de neutropenia, sendo o grupo de casos definido como aquele com hemoculturas positivas e o controle com hemoculturas negativas. O grupo de casos contou com 14 episódios e o grupo de controle com 50. Por se tratar de uma variável não-paramétrica, utilizamos o teste de Mann-Whitney para relacionar o índice de CD64 com os resultados da hemocultura em cada grupo e com as demais variáveis. Para avaliar a capacidade de prever o resultado de uma hemocultura com o índice de CD64 e também avaliarmos suas medidas de eficácia, utilizamos curva ROC (Receiver Operating Characteristic) Resultados: O grupo de casos contou com 14 pacientes. A mediana do índice de CD64 no grupo de casos foi de 2,1 (±3,9) e para o grupo controles foi de 1,76(±5,02). Os testes de Mann-Whitney não foram capazes de evidenciar relação entre o valor do índice de CD64 e a positividade das hemoculturas. O índice de CD64 também não se mostrou correlacionado com a positividade do PCR. A curva ROC não evidenciou que o Índice de CD64 foi capaz de prever a positividade de uma hemocultura. Com relação às medidas de eficácia, tivemos: Sensibilidade de 64,3%, especificidade de 42% com valor preditivo positivo de 23,7% e valor preditivo negativo de 80%. O valor linear do PCR não apresentou diferença estatísticamente significativa entre os grupos das hemoculturas. Para o PCR as medidas de eficácia do exame foram: Sensibilidade de 71,4%, especificidade de 32% com valor preditivo positivo de 22,7% e valor preditivo negativo de 80%. Conclusão: Em desacordo com a literatura, o índice de CD64 se mostrou inadequado para prever a positividade de hemocultura nesta população específica de pacientes com neutropenia febril. O valor linear da PCR também não foi capaz de prever a positividade dos culturais nos neutropênicos febris. Deste modo, ambos os exames não são adequados para prever positividade de culturais em crianças neutropências febris.
Abstract Introduction : One in every 25 children with cancer will die from therapy complications: it means one in six deaths. Between these patients, a major cause of death remains infection. This condition often presents as fever with neutropenia, better known as “febrile neutropenia." Early recognition of infectious processes in neutropenic patients is hampered by the fact that these may have dissimilar and non-specific clinical presentations, pending the onset of fever to start treatment with antibiotics. The CD64 is a neutrophil surface marker, detectable by flow cytometry tests, and are not expressed in non-sensitized neutrophils. When the neutrophil is exposed to TNF-alpha and other inflammatory mediators, it is activated and is measured via the CD64 index. Rationale: The early diagnosis of sepsis with positive blood culture in febrile neutropenic children is of utmost importance. Laboratory tests available help us little in the moment this patient arrives at the hospital. The early diagnosis of a bacterial infection in these patients allows a better management of antibiotic therapy and, consequently, an improvement in survival. Objectives: The main objective of this paper is to evaluate the existence of a relationship between the index value of CD64 on the first day of febrile neutropenia with positive blood culture. The correlation with other parameters such as leukocyte count, CRP and ESR was also evaluated. Methodology: This is a cases-control, prospective, diagnosis study that included 64 episodes of neutropenia. The cases group(n=14) was defined by those with positive blood cultures and the control(n=50) one with negative blood cultures. Because it is a non - parametric variable, we used the Mann-Whitney correlation test to relate the index of CD64 with the result of blood culture in each group and with the other variables. A ROC (Receiver Operating Characteristic) curve was used to assess the competence of the CD64 index to predict the outcome of blood culture. The median rate of CD64 in the case group was 2,1 (±3,9) and controls for the group was 1,76(±5,02). The Mann-Whitney tests were not able to show the relationship between the value of CD64 index and the results of blood cultures. The CD64 index was also not correlated with the positivity of CRP. The ROC curve did not show that the CD64 index was able to predict the positivity of blood culture. Regarding efficacy measurmements, sensibility was 64,3%, specificity 42%, positive predictive value 23,7% and negative predictive value 80%. The linear value of CRP showed no statistically significant difference between the groups of blood cultures. For CRP, the efficacy measurements were sensibility 71,4%, specificity 32%, positive predictive value 22,7% and negative predictive value 80%. Conclusion: CD64 index was not suitable to predict the positivity of blood cultures in this specific population of patients with febrile neutropenia. Also the linear values of CRP showed no statistically significant difference between the blood culture groups. Therefore, both exams should not be used in order to predict positivity of cultural in neutropenic febrile childen.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/104077
Arquivos Descrição Formato
000939530.pdf (1.181Mb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.