Repositório Digital

A- A A+

Bertolt Brecht : utopia e imagem : uma narrativa do exílio

.

Bertolt Brecht : utopia e imagem : uma narrativa do exílio

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Bertolt Brecht : utopia e imagem : uma narrativa do exílio
Autor Pereira, Márcio Fransen
Orientador Sousa, Edson Luiz Andre de
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Assunto Brecht, Bertolt 1898-1956.
Exílio
Sintomas
[en] Exile
[en] State of exception
[en] Symptom
[es] Estado de excepción
[es] Kriegsfibel
[es] Síntoma
Resumo Na pesquisa desenvolvemos um percurso por Bertolt Brecht na especificidade do seu exílio. Objetivamos traçar relações entre sua posição de exilado e as camadas do pensamento brechtiano verificado por Fredric Jameson (2013), no livro Brecht e a questão de método. A constituição do exílio de Brecht é entendida como um deslocamento, dentro do estado de exceção, de uma situação de exílio para uma posição de exílio (DIDI-HUBERMAN, 2008) que, entre diferentes características, evidencia a própria exceção (AGAMBEN, 2004). Ao final do percurso, trabalhamos, a partir de autores da psicanálise e do pensamento utópico, com a hipótese de que Brecht fez de sua situação de exílio um sintoma.
Resumen En la pesquisa desarrollamos un recorrido por Bertolt Brecht en la especialidad del su exilio. Objetivamente trazar relaciones entre su posición de exilado y las capas del pensamiento brechtiano verificado por Fredric Jameson (2013), en el libro Brecht y el Método. La constitución del exilio de Brecht es entendida como un desplazamiento, dentro del estado de excepción, de una situación del exilio para una posición de exilio (DIDI-HUBERMAN, 2008) que, entre distintas características, evidencia la propia excepción (AGAMBEN, 2004). Al fin del recurrido producimos, a partir de autores de la psicoanálisis y del pensamiento utópico, con la hipótesis de que Brecht hizo de su situación de exilio un síntoma.
Abstract In this research, a path was developed for Bertolt Brecht specifics of his exile. The main focus was to draw relations between his position as an exiled person and the layers of brechtian thoughts verified by Fredric Jameson (2013), in the book Brecht method. The nature of Brecht's exile is understood as a displacement, within a state of exception, of an exile situation to a position of exile (DIDI-HUBERMAN, 2008) in which, among different characteristics, Brecht puts in evidence himself his own exception (AGAMBEN, 2004). At the end, psychoanalyst authors and utopian thinkers were used, bearing in mind the hypothesis that Brecht made a symptom out of his exile situation.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/104357
Arquivos Descrição Formato
000935365.pdf (3.083Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.