Repositório Digital

A- A A+

Aplicação do modelo de riscos competitivos em pacientes diagnosticados com câncer no ano de 2006 no Hospital de Clínicas de Porto Alegre

.

Aplicação do modelo de riscos competitivos em pacientes diagnosticados com câncer no ano de 2006 no Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aplicação do modelo de riscos competitivos em pacientes diagnosticados com câncer no ano de 2006 no Hospital de Clínicas de Porto Alegre
Autor Giordani, Natalia Elis
Orientador Camey, Suzi Alves
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Matemática. Departamento de Estatística. Curso de Estatística: Bacharelado.
Assunto Distribuicao amostral
Estatística médica
[en] Cancer
[en] Competing risks model
[en] Survival
Resumo Na oncologia é comum se utilizar a análise de sobrevida para avaliação das taxas de letalidade. Porém, as abordagens mais tradicionais – Kaplan-Meier e Cox - consideram apenas um desfecho, ignorando eventos ditos competitivos. Desprezar tal característica resulta na superestimação da função de distribuição acumulada e os efeitos ou associações com as covariáveis podem ser estimados indevidamente. Como alternativa, propõe-se o modelo de riscos competitivos. Este trabalho tem como objetivo descrever esse modelo através de sua aplicação na sobrevida de pacientes a partir do diagnóstico de câncer atendidos pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Para tanto foi utilizada uma coorte de 1.364 pacientes diagnosticados com câncer em 2006, acompanhados até 2011, sendo que destes pacientes 600 foram a óbito. Foram comparados os resultados da abordagem tradicional e do modelo de riscos competitivos para três situações distintas. Os resultados mostram que desprezar a natureza competitiva dos eventos resulta em estimativas superestimadas da função de distribuição acumulada.
Abstract In oncology is common to use survival analysis to evaluate lethality rates. However, the more traditional approaches - Kaplan-Meier and Cox - consider just one outcome, they ignore competing events. When we neglect this characteristic the results can show overestimation of the cumulative incidence and wrong estimation for the covariates’ effects. As alternative, we propose the competing risks model. This work aims to describe this technique through application on patients with the diagnosis of cancer attended at Hospital de Clínicas de Porto Alegre. We studied a cohort of 1,364 patients diagnosed with cancer in 2006 and followed until 2011, among them occurred 600 deaths. We compared the results of the traditional approach and the competing risks model for three different situations. The results show that when we neglect the competitive nature of the events, we obtain cumulative distribution overestimated.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/104366
Arquivos Descrição Formato
000940617.pdf (551.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.