Repositório Digital

A- A A+

Saberes das mulheres veterenas na economia solidária : sororidade a outra educação!

.

Saberes das mulheres veterenas na economia solidária : sororidade a outra educação!

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Saberes das mulheres veterenas na economia solidária : sororidade a outra educação!
Autor Alves, Simone Silva
Orientador Ribeiro, Jorge Alberto Rosa
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Conhecimento
Cooperação
Economia solidária
Mulher
[en] Cooperation
[en] Knowledge
[en] Senior women
[en] Solidarity economy
[en] Sorority
Resumo Este estudo tem como objetivo compreender como os saberes das mulheres veteranas na rede de economia solidária, se constroem e podem ou não trazer elementos para se pensar outra proposta de ensinar, aprender, criar e produzir, outra(s) sociabilidade(s) e outro(s) modo(s) de viver e ser no coletivo social. Entendemos que o processo educativo não acontece deslocado da construção da cidade, da cultura, das identidades, do trabalho, dos tempos e espaço de socialização. A natureza da pesquisa foi qualiquantitativa. A pesquisa de representação social deve ser qualitantitativa, porque as opiniões coletivas apresentam, ao mesmo tempo, uma dimensão qualitativa e uma quantitativa. Dados qualitativos e quantitativos não estão em oposição, pelo contrário, entre eles há uma oposição complementar, agregar o que a pesquisa qualitativa tem de positivo às virtudes da pesquisa quantitativa é oferecer riqueza de informações, aprofundamento e maior fidedignidade interpretativa.Para a coleta de dados empíricos realizamos observação participante e entrevista semiestruturada. O trabalho de campo foi realizado na segunda edição do Fórum Social e Feira Mundial de Economia Solidária ocorrida nos dias 11 a 14 de julho de 2013, na cidade de Santa Maria no Estado do Rio Grande do Sul – Brasil. Participaram da pesquisa seis mulheres veteranas de cada região do Brasil. As regiões pesquisadas foram Sul, Norte, Nordeste, Sudeste e Centro Oeste. Para a escolha dos critérios dos sujeitos da pesquisa demos como centralidade às mulheres que tinham mais experiência de trabalho artesanal. As informações foram analisadas e interpretadas à luz da perspectiva histórica crítica tendo como base de interpretação metodológica o Discurso do Sujeito Coletivo, por meio de contribuições teóricas marxianas. Para compreendermos essa realidade nos fundamentamos em autores como MARX, MAUSS, ARENDT, BRUSCHINI, CATTANI, MESZÁROS, FREIRE, BEAUVOIR, SIMMEL, CAILLÉ, LAVILLE, TRIVIÑOS, ABRAMO, ALAMBERT, ANTUNES, FRIGOTTO, GOHN, LEFEVRE & LEFEVRE, LOURO, KERGOAT, HIRATA, FREITAG, entre outros. Identificamos que, o trabalho das mulheres nas redes de economia solidária tem uma expressão não só produtiva, mas essencialmente educativa, pois tem em sua base um compromisso político e ético, que incide no reconhecimento do outro como produtor de diferentes saberes. A categoria fundamental de nossa pesquisa é a sororidade que é o pacto entre as mulheres que se reconhecem como próximas fisicamente e afetivamente. Desse modo, a sororidade é um dos conceitos básicos de uma proposta educativa que junto com a cooperação almeja a superação e resistência à institucionalização da exclusão e da pobreza proposta pela lógica do capital.
Abstract This study aims to comprehend how the knowledge of senior women in the solidarity economy net builds and may bring elements to think another approach to teach, learn, create and produce other sociability (ies) and other way(s) to live and to be in the social collective. It is understood that educative process does not happen displaced from the city construction, the culture, the identities, the work and the time and place of socialization. This research was cuali-quantitative type. The social representation research must be cuali-quantitative because the collective opinions present, at the same time, a qualitative and quantitative dimension. Qualitative and quantitative data are not in opposition, on the contrary, between them there is a complementary opposition, it aggregates what the qualitative research has as positive to the quantitative data, offering a richness of information, deepness and a better trustworthiness on the interpretation. To collect the empirical data it was done participant observation, a semi structured interview and the field work was done in the second edition of Social Forum and World Fair of Solidarity Economy held in Santa Maria- RS - Brazil from 11 to 14 of July in 2013. It was participant six senior women from each region of Brazil, the regions researched were South, North, Northeast, Southeast and Center West. As a criterion of choice to gather the subjects researched, it was elected the women with more experience in handcraft work. The information were analyzed and interpreted in the light of the historical and critical perspective based on the methodological interpretation of the discourse of the collective subject, regarding theoretical Marxian contributions. To understand this reality we based on authors such as: MARX, MAUSS, ARENDT, BRUSCHINI, CATTANI, MESZÁROS, FREIRE, BEAUVOIR, SIMMEL, CAILLÉ, LAVILLE, TRIVIÑOS, ABRAMO, ALAMBERT, ANTUNES, FRIGOTTO, GOHN, LEFEVRE & LEFEVRE, LOURO, KERGOAT, HIRATA, FREITAG, among others. It was identified that the work of women in the solidarity economy net has an expression that is not just productive, but essentially educative, because it permeates in its roots an ethical compromise, which concerns in the other’s recognition as a producer of different knowledge. The main analyses category in this study is sorority that is a pact among women that recognize themselves as physically and affectively close. This way, sorority is a basic concept of an educative proposal that joined with cooperation and self-management aims to overcome and be resistant to the institutionalization of exclusion and poverty proposed by the capital logic.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/104457
Arquivos Descrição Formato
000939866.pdf (3.049Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.