Repositório Digital

A- A A+

A formação de professores de química em instituições de ensino superior do Rio Grande do Sul : saberes, práticas e currículos

.

A formação de professores de química em instituições de ensino superior do Rio Grande do Sul : saberes, práticas e currículos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A formação de professores de química em instituições de ensino superior do Rio Grande do Sul : saberes, práticas e currículos
Autor Fonseca, Carlos Ventura
Orientador Santos, Flávia Maria Teixeira dos
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Atividade docentes
Formação de professores
Professor
Química
[en] Chemistry education
[en] Teacher education
[en] Teaching work
Resumo O presente trabalho situa-se no domínio da pesquisa educacional e parte da tese de que os cursos de Licenciatura em Química (CLQ) devem constituir uma (nova) racionalidade que consiga preparar profissionais para a realidade da profissão, um (novo) modo de promover a formação teórica e prática que coloque em evidência o conhecimento químico, os conhecimentos teóricos sobre Educação, a prática pedagógica específica e o viés político que concerne ao trabalho docente. Apropriamo-nos de diferentes referenciais teóricos, de acordo com os temas que foram desenvolvidos, o que incluiu os seguintes autores: Nóvoa (visões contemporâneas sobre a docência); Tardif e Lessard (saberes, identidade e trabalho dos professores); Paulo Freire (a docência como atividade política); Diniz-Pereira (modelos de formação docente); Sacristán (os subsistemas que interferem no currículo); Gatti e Barreto (categorização dos elementos que compõem a estrutura curricular dos cursos de licenciatura); Maldaner (especificidades da formação de professores de Química). Caracterizamos a pesquisa como estudo de casos múltiplos sobre a formação de professores de Química no Rio Grande do Sul, que foi desenvolvido a partir de movimentos exploratórios sobre o contexto mais imediato dos cursos de licenciatura, a produção da comunidade acadêmica relacionada ao tema, o macrocontexto educacional e o trabalho docente na Educação Básica. Com base em dados do SINAES, do ENADE e outros fornecidos pelas instituições de ensino superior, investigamos 27 cursos do estado do Rio Grande Sul que formam professores para a área de Química. Aprofundamos os casos das licenciaturas da UFRGS e da UFSM. Para isso, apresentamos os extratos analíticos da revisão documental que envolveu as grades curriculares, os projetos pedagógicos, bem como de informações que foram obtidas pela aplicação de questionários a docentes e discentes. Com base em Bardin, utilizamos a análise de conteúdo como técnica de análise das estruturas curriculares e das respostas fornecidas pelos sujeitos. Verificamos que as grades curriculares analisadas privilegiam os conhecimentos específicos de Química, havendo uma pequena participação dos outros elementos (fundamentos teóricos sobre educação e outros conhecimentos específicos para a docência) nessas estruturas. Tanto nos casos mais específicos, quanto no contexto mais abrangente da formação docente em Química, há sinalizações de que grande parte dos currículos apresenta pouca integração entre as disciplinas e que a contribuição dos cursos para o exercício profissional não tenha o alcance desejável, estando em desacordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica e com as recomendações mais atuais das pesquisas em currículo e Educação em Ciências. Como alternativa para o enfrentamento de tais problemas, acreditamos que nenhuma das diferentes racionalidades que compõe os CLQ pode ser desconsiderada: a racionalidade técnica, a racionalidade prática e a racionalidade crítica podem interagir sob tensão e constituírem-se como forças componentes dos processos formadores. De uma forma geral, quanto ao trabalho docente, nossa análise aponta dificuldades na atratividade e na permanência relativas ao quadro de profissionais do magistério, que precisam ter as condições de trabalho, carreira e salário readequadas pelo poder público e demais entidades representativas da sociedade. A pesquisa que realizamos contribui para o campo da Educação em Ciências não apenas pelo fato de expor certas inconsistências das estruturas curriculares e da realidade mais geral das licenciaturas da área de Química do Brasil, mas também por apontar criteriosamente possíveis caminhos/desafios para os cursos, os professores formadores e os estudantes (futuros professores da Educação Básica).
Abstract This final paper lies in the field of educational research and part of the thesis which the Graduation Courses in Chemistry should built a (new) rationality that would be able to prepare professionals for the reality of the profession, to a (new) way of promoting the theoretical and practical formation which puts in evidence the chemical knowledge, the theoretical knowledge about education, the specific pedagogical practice and the political bias concerning the teaching work. We appropriated the different theoretical frameworks, according to the themes that were developed, which included the following authors: Nóvoa (contemporary views on teaching work); Tardif and Lessard (teachers’ knowledge, identity and work); Paulo Freire (the teaching work as political activity); Diniz-Pereira (models of teacher training); Sacristán (subsystems which interfere in the curriculum); Gatti and Barreto (categorization of the elements that compound the curricular structure of undergraduate courses); Maldaner (specificities the Chemistry teachers’ formation). We have characterized the research as a multiple case study on the formation of the Chemistry teachers in Rio Grande do Sul, which was developed from exploratory movements on the more immediate context of the undergraduate courses, the production of the academic community related to the issue, and the educational macrocontext and the teaching work in Basic Education. Based on data supplied by SINAES, ENADE and the other provided by higher education institutions, we have investigated 27 courses in the state of Rio Grande do Sul that form teachers in the field of Chemistry. We have deepened cases of the degrees in UFRGS and UFSM. For this, we present the analytical extracts of the desk review which involved the curricula, pedagogical projects, as well as information obtained through the application of questionnaires to teachers and students. Based on Bardin, we used content analysis as a technique for analysis of curricular structures and responses provided by the target studied. We verified that the analyzed curricula privileges specific knowledge of Chemistry, with a small participation of the other elements (theoretical foundations on education and other specific knowledge for teaching work) in these structures. Both in the most specific cases, as in the broader context of teacher training in Chemistry, there are signs which a large part of the curriculum presents little integration between disciplines and the contribution of the courses for professional practice does not have the desirable range, being in disagreement with the National Curriculum Guidelines for Teacher Training of the Basic Education and with the most current recommendations of the research about curriculum and Science Education. As an alternative to the coping of such problems, we believe that none of the different rationalities which compound the Graduation Courses in Chemistry may be disregarded: the technical rationality, the practical rationality and the critical rationality may interact under stress and constitute component forces of the procedures trainers. In general, as for the teaching work, our analysis indicates difficulties in attractiveness and in the permanence concerning on the professional staff of the teachers, who need to have working conditions, career and salary readapted by the government and other representative entities of the society. The research we conducted contributes to the field of Science Education, not only for the fact which it exposes some inconsistencies of curricular structures and the wider general reality of the degrees of Chemistry in Brazil, but also by pointing thoroughly possible paths/ challenges to the courses, the teacher educators and students (future teachers of Basic Education).
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/104466
Arquivos Descrição Formato
000939835.pdf (3.529Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.