Repositório Digital

A- A A+

Entre a heterogênese e o mercado : "Barbies olímpicas", pitboys e cyborgs

.

Entre a heterogênese e o mercado : "Barbies olímpicas", pitboys e cyborgs

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Entre a heterogênese e o mercado : "Barbies olímpicas", pitboys e cyborgs
Outro título Between heterogenesis and the market : olympic Barbies, pitboys and cyborgs
Outro título Entre el mercado y heterogénesis : “Barbies olímpicas” pitboys y cyborgs
Autor Gonçalves, Sandra Maria Lúcia Pereira
Resumo O presente artigo reflete sobre questões pertinentes ao indivíduo contemporâneo que tem nas performances corporais uma das formas de produzir identidade. Parte-se da definição do corpo como o do mutante; mutações proporcionadas pela tecnociência. Diferentemente dos modernos, corpo e sujeito hoje estão sujeitos a inúmeras identificações ao longo da vida, proporcionadas majoritariamente pelos media. O Brasil sofre uma “mestiçagem”: o corpo, através de uma aliança com a tecnociência, no fluxo das modas disseminadas via media, se mistura aos aparatos tecnológicos, às próteses. A mulher anunciada pelos media não cabe na morenidade, ela é a Barbie. Surge como contrapartida a esse modelo de mulher, um modelo de homem, o Pitboy. Ambos, na busca do corpo perfeito tornam-se híbridos entre organismo e máquina, cyborgs. Diferentes autores comparecem na construção do quadro a ser exposto.
Abstract The article is a reflection about questions corresponding to the modern being, who with the body performances has a way to produce their own identity. It starts from the definition of the body as mutant; mutations proposed by techno science. Differently from moderns bodies, today they are subjected to many identifications through life, proportioned, majority, by the media. Brazil suffers a "miscegenation": the body, among techno science, on the fashion's flow disseminated via media, mixed with technological equipment, to prosthesis. The announced woman by the media does not fit into the concept of morenidade, she is Barbie. Then rises as counterpart to this female model, a male model, called Pitboy. Both of them looking for the perfect body, they turn into hybrids between organism and machine, or cyborgs. Different authors participate on the board to be exposed.
Resumen En este artículo se reflexiona sobre temas de actualidad relacionados con la persona que posee los rendimiento sdel cuerpo de las maneras de producir identidad. Se inicia con la definición del cuerpo como el mutante; mutaciones proporcionadas por la tecnociencia. La diferencia del sujeto moderno y cuerpo hoy son objeto de numerosas identificaciones de toda la vida, siempre y sobre todo por los medios de comunicación. Brasil está sufriendo un "mestizaje": el cuerpo, a través de una alianza con la tecnociencia, la corriente de las modas difundidas a través de medios de comunicación, se mezcla con los dispositivos tecnológicos, a las prótesis. La mujer anunciada por los medios de comunicación no morenidade encajar, ella es la Barbie. Surge como una contrapartida de este modelo de mujer, un hombre modelo, Pitboy. Ambos, en busca del cuerpo perfecto convertirse en híbridos de máquina y organismo, cyborgs. Diferentes autores muestran en la construcción de la trama a estar expuesto.
Contido em Intexto. Porto Alegre. N.30 (2014), p. 150-165
Assunto Corpo humano
Mídia
Tecnologia
[en] Body
[en] Cyborg
[en] Media
[en] Technology
[es] Cuerpo
[es] Tecnología
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/104485
Arquivos Descrição Formato
000929451.pdf (1.365Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.