Repositório Digital

A- A A+

Prevalência de anemia ferropriva e condicionantes demográficos e antropométricos em pré-escolares no município de Marau/RS

.

Prevalência de anemia ferropriva e condicionantes demográficos e antropométricos em pré-escolares no município de Marau/RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Prevalência de anemia ferropriva e condicionantes demográficos e antropométricos em pré-escolares no município de Marau/RS
Autor Albuquerque, Sirlene Dossa
Orientador Manfroi, Waldomiro Carlos
Data 2014
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ensino na Saúde.
Assunto Anemia
Ferro
Pré-escolar
[en] Iron
[en] Preschoolers
Resumo A carência nutricional mais comum em todo o mundo é a anemia ferropriva, a mesma acomete diferentes grupos etários e sociais. Estudos da Organização Mundial da Saúde afirmam que esta acomete 24,8% da população mundial, ou seja, 1,62 bilhões de indivíduos. No entanto, a maior prevalência é encontrada em pré-escolares (47,4%). Admite-se que a ocorrência endêmica da enfermidade na infância decorra da combinação entre necessidades excepcionalmente elevadas de ferro, imposta pelo crescimento, dietas pobres no mineral, variações familiares e ambientais. Todavia, a anemia ferropriva destaca-se não só pela frequência com que se manifesta, mas também, pelos efeitos resultantes, os quais podem ser irreversíveis mesmo na presença de tratamento adequado. O objetivo do estudo foi identificar a prevalência da anemia ferropriva em crianças de 02 a 05 anos de idade, frequentadoras de Escola Municipal de Educação Infantil do município de Marau/RS, bem como avaliar características demográficas, socioeconômicas, antropométricas e nutricionais destas crianças. Realizou-se um estudo descritivo transversal. Para determinação da amostra (n) foi utilizado o software Winpep 11.32, o qual resultou na participação de 187 crianças, essas, foram submetidas à coleta de sangue venoso em laboratório, com posterior avaliação nutricional, através da verificação de dados antropométricos. Aos seus responsáveis foi entregue um instrumento de coleta de dados, com informações demográficas e socioeconômicas. Das crianças avaliadas, 104 são do sexo feminino e 83 do sexo masculino, de cor predominantemente branca, com representatividade em todas faixas etárias entre 24 a 60 meses. Foram consideradas anêmicas, as crianças que apresentaram resultado da hemoglobina inferior a 11 g/dl. Do total da amostra, 5,3% das crianças foram consideradas anêmicas, sendo que dessas, 90% apresentaram anemia leve e 10% anemia moderada. O maior índice foi encontrado em crianças de menor idade, crianças que não foram amamentadas e crianças com mais de 03 irmãos. A menor representatividade de anemia foi encontrada em filhos de pais com maior escolaridade. Quanto ao estado nutricional, identificou-se que o município tem acompanhado as tendências de sobrepeso e obesidade diagnosticadas em diferentes regiões, no entanto, sua associação com a prevalência de anemia não ficou clara, assim, outros estudos com a inclusão de outras variáveis se tornam necessárias. Dessa forma, evidencia-se que a anemia ferropriva é resultante de múltiplos fatores, logo, sua origem não está atrelada apenas a fatores biológicos, devendo ser considerado, fatores socioeconômicos, culturais e de morbidade presentes na população infantil.
Abstract The most common nutritional deficiency in the world is iron deficiency anemia. It affects different age and social groups. Studies by the World Health Organization say that it affects 24.8% of the world population – 1.62 billion people. However, highest prevalence is found among preschoolers (47.4%). The endemic occurrence of the disease during childhood is due to a combination between exceptionally high iron necessities, because of growth, and diets that do not have enough iron, family and environmental variations. However, iron deficiency anemia is not important only because of the frequency with which it happens, but also because of its resulting effects, which can be irreversible even when treated properly. The goal of this study was to identify the prevalence of iron deficiency anemia in 2- to 5-year-old children who go to Public Elementary School in Marau, RS, Brazil, and also to evaluate the demographic, socioeconomic, anthropometric and nutritional characteristics of said children. This was a cross-sectional study. The software Winpep 11.32 was used for determining the sample (n), which resulted in the participation of 187 children. Their blood was collected at a laboratory, and a nutritional evaluation was done after that through the verification of anthropometric data. Their parents/legal guardians answered an instrument of data collection about demographic and socioeconomic information. 104 children were female and 83 were male. The predominant color among the children was White. All ages from 24- to 60-monthsold were represented in the sample. Children who presented hemoglobin results of less than 11 g/dL were considered anemic. 5.3% of the children in the sample were consideres anemic, 90% presented slight anemia and 10% presented moderate anemia. The highest index was found among younger children, children that were not breastfed and children with more than 3 siblings. The lowest occurrence was among children whose parents were educated. As to the nutritional state, the city has been following the tendencies of overweight and obesity diagnosed in different regions; however, the association with the prevalence of anemia was not clear. Other studies including other variables are necessary. It is evident that iron deficiency anemia results from multiple factors, so its origins are not only in biology; socioeconomic, cultural and health characteristics present in children should be taken into consideration.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/104664
Arquivos Descrição Formato
000940098.pdf (514.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.