Repositório Digital

A- A A+

Adaptação transcultural do CIS-R (Clinical Interview Schedule- Revised Version) para o português no Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA)

.

Adaptação transcultural do CIS-R (Clinical Interview Schedule- Revised Version) para o português no Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Adaptação transcultural do CIS-R (Clinical Interview Schedule- Revised Version) para o português no Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA)
Outro título Cross-cultural adaptation of CIS-R (Clinical Interview Schedule-Revised Version) for the portuguese in Longitudinal Study Of Adult Health (ELSA)
Autor Nunes, Maria Angelica Antunes
Alves, Márcia Guimarães de Mello
Chor, Dora
Schmidt, Maria Inês
Duncan, Bruce Bartholow
Resumo A importância crescente dos transtornos mentais motivou sua investigação no Estudo Longitudinal Saúde do Adulto (ELSA). Optou-se pelo instrumento CIS-R (Clinical Interview Schedule – Revised), validado na língua original inglesa, e que classifica sintomas depressivos e de ansiedade característicos dos transtornos mentais comuns (TMC). A maioria das seções do CIS-R foi previamente traduzida para o português e utilizada em uma amostra de pacientes hospitalizados em São Paulo. A maior abrangência da população no ELSA e a existência de seções não traduzidas para o português levaram a realização de uma nova tradução e adaptação de todo instrumento a partir da versão original em inglês. Para tanto, foram realizadas análises de equivalência conceitual, entre os itens, semântica e operacional. O instrumento foi considerado adequado para investigar transtornos mentais comuns e suas associações com outras doenças crônicas.
Abstract The increasing importance of mental disorders motivated its investigation in the Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA). We chose the use of CIS-R, and instrument which had been previously validated in English for the classification of symptoms of anxiety and depression characteristics of common mental disorders. Most of its components had been previously translated and culturally adapted in Brazil for a specific population of a hospital setting. Given the broader nature of the ELSA sample, and because some sections had not been translated, we undertook a new translation and adaptation process. We analyzed conceptional, between items, semantic and operational equivalence. The instrument was considered appropriate to investigate common mental disorders and their associations with other chronic diseases.
Contido em Revista HCPA. Porto Alegre. Vol. 31, n. 4 (2011), p. 487-490
Assunto Comparação transcultural
Saúde do adulto
[en] Cross-cultural equivalence
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/104746
Arquivos Descrição Formato
000929523.pdf (201.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.