Repositório Digital

A- A A+

Práticas curriculares de professores de educação física : "rascunhos" de um projeto de disciplina na rede estadual de ensino do Rio Grande do Sul

.

Práticas curriculares de professores de educação física : "rascunhos" de um projeto de disciplina na rede estadual de ensino do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Práticas curriculares de professores de educação física : "rascunhos" de um projeto de disciplina na rede estadual de ensino do Rio Grande do Sul
Outro título Curricular practices of physical education teachers : "drafts" of a subject project in the public school system of the state of Rio Grande do Sul
Autor Dessbesell, Giliane
Orientador Fraga, Alex Branco
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Currículos
Educação : Escolas
Educação física escolar
[en] Class project
[en] Curricular practice
[en] Physical education
Resumo A Educação Física escolar (EFi) brasileira há pelo menos três décadas é tencionada pelo Movimento Renovador da área quanto ao seu lugar no contexto escolar. Já na legislação está garantida, desde a promulgação da LDB nº 9394 de 1996, a qual guindou a EFi à condição de componente curricular da Educação Básica. No que tange às políticas curriculares, o status da EFi começa a mudar quando os estados brasileiros passam a implantar referenciais curriculares e, de diferentes modos, na condição de componente curricular, passa a organizar seus conteúdos ao longo dos anos escolares. Em 2009, no estado do Rio Grande do Sul, na coleção “Lições do Rio Grande” foi apresentado um referencial curricular para a Educação Física (RCEF-RS) para os anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Em vista disso, a prática curricular, aqui entendida como a experiência docente na organização curricular de disciplinas escolares, movimenta a discussão e as análises sobre essa dimensão da prática pedagógica. Para entender de modo mais específico essa dimensão no contexto da EFi, é abordado o processo histórico da disciplina, o qual, segundo autores como González e Fensterseifer (2009; 2010), tangencia uma crise de legitimidade quanto a sua função na instituição escolar, de modo que a coloca entre um “não mais e o ainda não”, ou seja, práticas nas quais não se acreditam mais e outras que ainda se tem dificuldades em desenvolver. Nesse conjunto, o objetivo dessa pesquisa foi compreender como os professores lidam com a prática curricular nas suas escolas, tendo como marco o advento do RCEF-RS em 2009. Metodologicamente se configurou em uma pesquisa qualitativa descritiva, realizada em duas etapas: 1ª) questionário online, por meio do qual foram mapeados os professores colaboradores que pudessem se interessar em participar da pesquisa e a 2ª) entrevistas online com professores que aceitaram participar, selecionados com base nos critérios estipulados a partir do retorno dos questionários da primeira etapa. As entrevistas foram analisadas a partir das narrativas que permitem compreender como os docentes lidam com a prática curricular. A partir dessas análises foi possível ver diferentes traços para a legitimidade da presença da EFi na escola, embora ainda grafados pelas fortes linhas da tradição esportiva, pelas condições e dinâmicas da cultura escolar, as proposições legadas pelo Movimento Renovador já começam a aparecer no modo como esses professores lidam com a prática curricular. Assim, o olhar que leva em conta um degradê “entre o não mais e o ainda não”, permitiu aumentar o contingente de professores que se aproximam de uma prática renovadora, ou seja, dá para visualizar os respingos do Movimento Renovadora em suas práticas, que começam a rascunhar um projeto de EFI já não apenas centrado no ativismo pedagógico.
Abstract Brazilian Physical Education (PE) has been tensioned, for at least three decades, by Renewal Movement of the area regarding its place in the school context. However, by the legislation it is guaranteed, since the promulgation of the LDB 9394 of 1996, which turned the PE into the condition of a curriculum component of the Basic Education. Regarding the curriculum policies, the status of the PE begins to change when the Brazilian states shall implement curricular standards and, in different ways, as curricular component, it starts to organize its contents throughout the school years. In 2009, the state of Rio Grande do Sul, in the "Lições do Rio Grande" collection, a study framework for Physical Education (RCEF-RS) for the final years of elementary school and secondary education was introduced. In view of this, curricular practice, here understood as the teaching experience in the curricular organization of the school subjects, moves the discussion and analysis of this dimension of pedagogical practice. To understand more specifically this dimension in the context of PE, it is studied the historical process of the subject, which, according to authors like Fensterseifer and González (2009, 2010), touches a legitimacy crisis about its role in the school institution, in a way that places it between “the no longer” and “the not yet", i.e., practices which are not believed anymore and some that still have difficulty in developing. In this set, the goal of this research was to understand how teachers deal with curriculum practice in their schools, with the mark of the advent of the RCEF-RS in 2009. Methodologically, a descriptive qualitative study was configured in, carried out in two steps: 1ª) online questionnaire, through which collaborator teachers who may be interested in participating in the research were mapped; 2ª) online interviews with teachers who agreed to participate, selected based on the laid down criteria from the answers of the questionnaires of the first stage. The interviews were analyzed from the narratives that allow to understand how teachers deal with curriculum practice. From these analyzes, it was possible to see different traits to the legitimacy of the presence of the PE at school, although still graphed by the strong lines of sports tradition, by the conditions and dynamics of the school culture, the legacy propositions of the Renewal Movement have begun to appear on how these teachers deal with the curriculum practice. Thus, the look that takes into account a gradient between “the no longer” and “the not yet" has helped increase the number of teachers who approach a refreshing practice, i.e., to view the spills of the Renewal Movement in their practices, which start drafting a project of PE, no longer just focused on pedagogical activism.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/104803
Arquivos Descrição Formato
000941561.pdf (3.941Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.