Repositório Digital

A- A A+

Conjunto de procedimentos de engenharia reversa para projeto de banco de dados espaciais

.

Conjunto de procedimentos de engenharia reversa para projeto de banco de dados espaciais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Conjunto de procedimentos de engenharia reversa para projeto de banco de dados espaciais
Outro título Set of reverse engineering procedures for spatial database design
Autor Matté, Lia Cláudia
Orientador Iochpe, Cirano
Data 2002
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Informática. Programa de Pós-Graduação em Computação.
Assunto Banco : Dados
Banco : Dados espaciais
Engenharia reversa
Sistemas : Informacao geografica
[en] Conceptual design
[en] conceptual framework GeoFrame
[en] Geographic Database (GDB)
[en] Geographic Information Systems (GIS)
[en] Reverse engineering
Resumo Projetos de SIG (Sistemas de Informação Geográfica), em geral, ainda não apresentam modelo conceitual de banco de dados geográficos. Os implementadores de SIG se preocupam com a aquisição dos dados (captura e adaptação), que é a etapa mais cara, e dão, ainda, pouca atenção à modelagem. A utilização de modelos conceituais faz com que os usuários controlem melhor sua base de dados e tirem maior proveito do SIG. O objetivo deste trabalho é definir um conjunto de procedimentos de engenharia reversa de bancos de dados espaciais que auxiliem na criação e manutenção de modelos conceituais para aplicações de SIG a partir de dados já existentes. Estes procedimentos podem contribuir para um aumento na qualidade dos SIG implementados, auxiliando na popularização da prática de modelagem conceitual de banco de dados geográficos. São estudados três formatos de transferência utilizados por usuários de SIG. A partir daí, é proposto uma arquitetura de sistema de engenharia reversa para SIG.
Abstract Even with the increasing use of Geographic Information Systems (GIS), conceptual modeling of geographic databases (GDB) is not yet usual among GIS professionals. This fact can in part be explained by the professional profile of most GIS designers. They usually are more familiar with specific GIS applications than with database technology. Among them, one can find cartographers, geographers, agricultural engineers, and architects. Besides that, the cost of geographic data acquisition is so high that much important is given to acquisition plans during GIS design and less interest is given to the database design process. Especially first time designers do not perceive the importance of a database schema that is independent of a specific GIS product. Conceptual design preserves the independence between data types and the logical schema of the product. Moreover, relying on the GDB conceptual schema users can better understand what part of the geographic reality is represented in the database. The main goal of this research work is to define a set of reverse engineering procedures for spatial databases that can support either creation or evolution if conceptual GDB schemas. It is expected that these procedures can enhance the quality of GDB design as well as contribute to the popularization of GDB conceptual modeling. Three different geographic data input formats to GIS are investigated and a reverse engineering system architecture for them is proposed. Resulting conceptual (sub)schemas are based on the framework GeoFrame.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10544
Arquivos Descrição Formato
000373713.pdf (1.131Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.