Repositório Digital

A- A A+

Resposta do milho à redução do espaçamento entrelinhas em diferentes sistemas de manejo

.

Resposta do milho à redução do espaçamento entrelinhas em diferentes sistemas de manejo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Resposta do milho à redução do espaçamento entrelinhas em diferentes sistemas de manejo
Outro título Maize response to narrow row spacing in different management systems
Autor Strieder, Mércio Luíz
Orientador Silva, Paulo Regis Ferreira da
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia.
Assunto Espacamento : Plantio
Milho
Prática cultural : Espaçamento
Sistema de cultivo
Resumo A redução do espaçamento entrelinhas, mantida a densidade de plantas, melhora a distribuição entre plantas e diminui a competição intra-específica por luz, água e nutrientes, que pode ser uma vantagem sob condições de estresse (hídrico ou nutricional). Nesse trabalho estudaram-se, em duas estações de crescimento, os efeitos da redução do espaçamento entrelinhas em características agronômicas e de dossel em dois híbridos de milho, duas densidades de plantas e sob três sistemas de manejo. Foram conduzidos seis experimentos a campo, nas estações de crescimento de 2003/04 e 2004/05, na Estação Experimental Agronômica da UFRGS, em Eldorado do Sul-RS. Os tratamentos constaram de dois espaçamentos entrelinhas (0,4 e 0,8 m), dois híbridos (Flash, com folhas eretas, e Penta, com folhas decumbentes) e duas densidades de plantas, variáveis com o sistema de manejo e estação de crescimento. Além das densidades, os sistemas de manejo diferiram nas doses de adubo e de suplementação hídrica. O índice de área folhar (IAF), senescência folhar e radiação fotossinteticamente ativa interceptada (RFAint), foram avaliadas apenas nos sistemas de manejo muito alto, em 2003/04, e no médio e alto, em 2004/05. Já, o rendimento de massa seca da parte aérea, o rendimento de grãos e seus componentes, o teor de proteína dos grãos e o índice de colheita aparente (ICa) foram avaliados em seis experimentos. Os resultados obtidos mostram que o IAF e a RFAint variaram com a redução do espaçamento entrelinhas, mas dependeram de densidade de plantas, tipo de planta do híbrido e sistema de manejo. Nos três sistemas de manejo, as características de dossel tiveram resposta distinta da obtida para rendimento de grãos. Os incrementos nos rendimentos de grãos, com redução do espaçamento entrelinhas, quando ocorreram, foram de pequena magnitude (0 a 14%) e se manifestaram apenas em tetos superiores a 10,0 t ha-1, independente de híbrido. O número de grãos por área foi o componente com comportamento similar àquele do rendimento de grãos com redução do espaçamento entrelinhas, independente de densidade, híbrido e sistema de manejo. A redução do espaçamento entrelinhas não alterou o teor de proteína dos grãos sob rendimento de grãos alto (>8,0 t ha-1), mas o aumentou sob baixo rendimento (2,3 t ha-1). O espaçamento entrelinhas não alterou o ICa, independente de densidade, híbrido e sistema de manejo.
Abstract With narrow row spacing, kept the plant density, spatial distribution more uniform among plants is decreasing the intra-specific competition for light, water and nutrients, which can be an advantage under stress conditions (hydric or nutritional). In this work it was studied the effect of narrow row spacing in agronomic and canopy traits in two maize hybrids, two plant densities and under three management systems. Six experiments were conducted at field, in the growth seasons 2003/04 and 2004/05, at Eldorado do Sul- RS, Brazil. The treatments consisted of two row spacings (0.4 e 0.8 m), two hybrids (Flash, with erect leaves, and Penta, with decumbent leaves) and two plant densities, variable with management systems and growth season. Besides densities, the management systems differed with fertilizer level and water supplementation. The leaf area index (IAF), leaf senescence and photosynthetic active radiation intercepted (RFAint) was evaluated in 2003/04 only in the very high management system and 2004/05 in medium and high management systems. Already, the shoot yield, the grain yield and its components, the kernel crude protein and the apparent harvest index (ICa) were evaluated in six experiments. The results showed that IAF and RFAint varied with narrow row spacing, but its performance depended on plant density, plant type of hybrid and management system. In the three management systems, the canopy traits had distinct response of grain yield. The increments in grain yields with narrow row spacing, when it occurred, were at small magnitude (0 to 14%) and occurred only with grain yield higher than 10,0 t ha-1, independent of hybrid. The number of grain for area was the component with similar performance of grain yield with narrow row spacing, independent of plant density, hybrid and management system. The narrow row spacing did not affect kernel crude protein under high grain yield level (>8,0 t ha-1), but it increased under low grain yield (2,3 t ha-1). The narrow row spacing did not affect ICa, independent of plant density, hybrid and management system.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10619
Arquivos Descrição Formato
000589866.pdf (415.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.