Repositório Digital

A- A A+

"Só pega essa doença quem quer"? : tramas entre gênero, sexualidade e vulnerabilidade à infecção pelo HIV/aids

.

"Só pega essa doença quem quer"? : tramas entre gênero, sexualidade e vulnerabilidade à infecção pelo HIV/aids

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Só pega essa doença quem quer"? : tramas entre gênero, sexualidade e vulnerabilidade à infecção pelo HIV/aids
Autor Abichequer, Aline Marie Dabdab
Orientador Meyer, Dagmar Elisabeth Estermann
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto AIDS
Gênero
Lajeado (RS)
Políticas públicas
Prevenção
Saúde
Serviço de Assistência Especializada em Aids.
Sexualidade
Vulnerabilidade
[en] Education in health
[en] Gender
[en] HIV/aids
[en] Sexuality
[en] Vulnerability
Resumo A pesquisa desenvolvida buscou investigar as articulações entre gênero, sexualidade e vulnerabilidade à infecção pelo HIV, inspirando-se em estudos de gênero pós-estruturalistas, de sociologia da saúde e vulnerabilidade. Utilizei como estratégia metodológica a entrevista narrativa, a partir da qual 8 mulheres soropositivas e/ou doentes de aids, tendo como referência suas trajetórias de vida, realizaram depoimentos sobre fatores que podem conduzir à infecção pelo HIV. As instâncias de aprendizagem sobre gênero e sexualidade, envolvendo a participação da família, escola e mídia, bem como os diferentes componentes (individuais, sociais e programáticos) da vulnerabilidade, foram abordados nas análises, procurando articular depoimentos selecionados com estudos já desenvolvidos sobre estes temas. Destacou-se a importância de repensar abordagens educativas individualizantes utilizadas em ações de prevenção a HIV/aids, situando os sujeitos em contextos sócio-econômico-culturais e assistenciais que, de modo articulado, irão interferir em maiores ou menores possibilidades de efetivar a prevenção.
Abstract The developed research seeked to investigate the articulations between gender, sexuality and vulnerability to the infection by HIV, inspiring itself in studies of a post-structuralist gender, of health sociology and vulnerability. I used the narrative interview as methodological strategy, from which 8 women with HIV-positive and/or with aids, having as reference their life trajectories, realized testimonials about factors that may lead to the infection by HIV. The learning instances about gender and sexuality, involving the participation of the family, school and media, as well as the different components (individual, social and programmatic) of vulnerability, were approached in the analysis, trying to articulate selected testimonials with studies already developed about those themes. The importance of representing individualizing educational approaches used in actions of preventing HIV and aids stood out, situating the subjects in social-economic-cultural and assistential contexts that, in an articulate method, will interfere in bigger or smaller possibilites to make prevention effective.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10638
Arquivos Descrição Formato
000596941.pdf (3.277Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.