Repositório Digital

A- A A+

O devir-infantil do pós-currículo

.

O devir-infantil do pós-currículo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O devir-infantil do pós-currículo
Autor Costa, Rosiara Pereira
Orientador Corazza, Sandra Mara
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Currículo
Filosofia da diferença
Filosofia da educação
Teoria
[en] Child-becoming
[en] Difference Philosophy
[en] Minority
[en] Nomadism
[en] Post-curriculum
Resumo Esta dissertação é produzida a partir da perspectiva da Filosofia da diferença em suas intersecções com a educação. Ela busca responder à pergunta: O que pode o devir-infantil do pós-currículo?, apropriando-se do conceito de pós-currículo, invenção de Corazza, e buscando atualizá-lo e reinventá-lo. Explicita o sentido de devir-infantil, afirmando que ele não se refere ao sujeito criança, e tampouco a outro sujeito qualquer, pois um devir se constitui por movimento e transformação, não se fixando em nenhuma forma de identidade. Atribui ao devir-infantil do pós-currículo um caráter minoritário, devido à sua constituição por fluxos moleculares e linhas de fuga, e ao polilingüismo que o atravessa. Afirma, ainda, o nomadismo do devir-infantil, atribuindo-lhe a invenção de uma máquina de guerra constituída pelo riso. Reunindo estes conceitos, apresenta um pós-currículo movido pelo devir-infantil que problematiza e desestabiliza o pensamento e as práticas escolares.
Abstract This paper is produced from the difference’s philosophy’s perspective and it’s intersections with education. It aims to answer the question: What can the post-curriculum child-becoming do?, taking property of the meaning of post-curriculum, invented by Corazza, and trying to update and reivent it. It explains that the meaning of child-becoming is not referred to the child individual, neither any other individual, because a becoming is made of movement and transformation, it doesn’t fit in any kind of identity forms. It attributes to the post-curriculum child-becoming a minority character due to its molecular flows and escape lines constitution and to the multilinguism that crosses it. It also affirms the child-becoming’s nomadism, attributing to it the invention of a war machine made by laughter. Putting these concepts together, a post-curriculum moved by child-becoming is presented, which problemizes and destabilizes the thinking and school practices.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10641
Arquivos Descrição Formato
000596972.pdf (435.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.