Repositório Digital

A- A A+

Elementos determinantes das configurações das estruturas de coordenação vertical no setor brasileiro de frutas em conserva

.

Elementos determinantes das configurações das estruturas de coordenação vertical no setor brasileiro de frutas em conserva

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Elementos determinantes das configurações das estruturas de coordenação vertical no setor brasileiro de frutas em conserva
Autor Rigatto, Paulo
Orientador Padula, Antonio Domingos
Data 2005
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Cadeia de suprimentos
Fornecedores
Gestão de negócios
[en] Peach canning sector
[en] Resource based view
[en] Strucutres of coordination
[en] Supply chain
[en] Supply chain management
[en] Transations cost
[en] Vertical coordination
Resumo Quais as causas e condições que levam à ocorrência de diferentes estruturas de Coordenação Vertical (CV) dentro de uma mesma indústria? Este estudo objetiva identificar, caracterizar e analisar as diferentes formas de coordenação vertical encontradas em onze empresas pertencentes ao setor de pêssegos em conserva no Estado do Rio Grande do Sul (Brasil). A presente pesquisa, caracterizada como um estudo multi-caso, utilizou-se de duas abordagens teóricas da Economia para estruturar seu modelo de análise: a da Economia dos Custos de Transação e a da Visão Baseada em Recursos. Os resultados revelam que os fatores mais relevantes para a escolha da definição das estruturas de coordenação vertical entre empresas e fornecedores (destas indústrias) são transacionais e de recursos. Altos níveis de incerteza e oportunismo (custos de transação) levam as empresas a adotar estruturas hierárquicas de coordenação (produção própria). O estudo da dinâmica evolutiva das estruturas de Coordenação Vertical permitiu relaciona-las às características dos recursos e dos custos das transações. A primeira, relacionando o modelo de Coordenação Vertical adotado pela empresa aos tipos de recursos (tangíveis e intangíveis) disponíveis; e a segunda, à imprevisibilidade e relevância de problemas no fluxo de suprimento de matéria-prima. A disponibilidade de recursos intangíveis mostrou ter um forte impacto sobre a adoção de relações mais integradas com fornecedores, enquanto que uma maior disponibilidade de recursos tangíveis exerce uma pressão maior no sentido da verticalização da produção de suprimentos. E a segunda, relacionando a imprevisibilidade e a relevância dos problemas no suprimento de matéria prima. Quanto maior a imprevisibilidade ou velocidade de ocorrência e relevância de um problema no fluxo de suprimentos maior será a tendência de reação no sentido da verticalização da produção e vice-versa.
Abstract What are the causes and conditions that lead to the existence of different vertical co-ordination (VC) structures within the same industry? This study aims to identify, characterize and analyze the varying forms of VC found in eleven firms that comprise the peach conserve industry in Rio Grande do Sul (Brazil). In order to establish its analysis model, the present research, which may be characterized as a multi-case study, was based on two theoretical concepts on economics: the Transactional Costs Economics, and the Resources Based View. The results obtained reveal that the most relevant factors that influence the choice of VC structure among these firms and their suppliers are transactional and resources. High levels of uncertainty and opportunism (transaction factors) lead firms to adopt more hierarchical VC structures (own production). Studying the VC structures evolutive dynamics, it was allowed to relate them to the characteristics of Resources and Transactional Costs. The former one has related the VC model adopted by the firm to the different kinds of available resources (tangible or intangible); and the latter one, to the unforeseeability and relevance of raw material supply flow difficulties. Bigger intangible resources availability is shown to have a strong impact on the adoption of more integrated VC structures; whereas greater capital availability moves firms towards a more hierarchical VC of supplies production. Second, the bigger the unforeseeability and the relevance of raw material supply flow difficulties, accordingly bigger will be the reaction tendency to a production verticalization, and vice-versa.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/106451
Arquivos Descrição Formato
000944356.pdf (1.379Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.