Repositório Digital

A- A A+

A expansão das Ciências Sociais na Saúde Coletiva : usos e abusos da pesquisa qualitativa

.

A expansão das Ciências Sociais na Saúde Coletiva : usos e abusos da pesquisa qualitativa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A expansão das Ciências Sociais na Saúde Coletiva : usos e abusos da pesquisa qualitativa
Outro título Expansion of the social sciences within public health : uses and abuses of qualitative research
Autor Knauth, Daniela Riva
Leal, Andrea Fachel
Resumo A expansão e consolidação da área das Ciências Sociais em Saúde possibilitaram a valorização e difusão da pesquisa qualitativa. O crescente número de artigos submetidos a revistas científicas da área da Saúde Coletiva, bem como de dissertações e teses, que utilizam a metodologia qualitativa em suas pesquisas tem chamado a atenção dos cientistas sociais. O presente artigo se propõe a levantar alguns elementos no sentido de aprofundar a reflexão sobre as implicações da expansão das Ciências Sociais em Saúde, particularmente no que concerne à pesquisa qualitativa. Nossa experiência na avaliação de trabalhos da área indica a baixa incorporação da perspectiva epistemológica da metodologia qualitativa e do referencial teórico das Ciências Sociais nas pesquisas em Saúde Coletiva, resultando em estudos sem consistência teórico-metodológica, empíricos e que pouco contribuem para a compreensão dos fenômenos da área da Saúde Coletiva.
Abstract The expansion and consolidation of social sciences within healthcare has made it possible to place value on and disseminate qualitative research. Social scientists’ attention has been drawn to the increasing numbers of papers submitted to scientific journals on public health, along with theses and dissertations that use qualitative methodology in their researchs. The aim of this paper is to raise some points towards deepening the reflections on the implications of expansion of the social sciences within healthcare, particularly with regard to qualitative research. Our experience in evaluating studies within this field indicates that there is a low degree of incorporation of the epistemological perspective of the qualitative methodology and theoretical framework of the social sciencesin studies within public health. This results in studies without theoretical-methodological consistency that are empirical and contribute little to understanding phenomena within the public health.
Contido em Interface (Botucatu) : comunicação, saúde, educação. Botucatu, SP. Vol. 18, n. 50 (jul./set. 2014), p. 457-467
Assunto Antropologia médica
Ciências sociais
Metodologia
Pesquisa qualitativa
Saúde pública
[en] Medical anthropology
[en] Methodology
[en] Public health
[en] Qualitative research
[en] Social Sciences
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/106608
Arquivos Descrição Formato
000936688.pdf (128.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.