Repositório Digital

A- A A+

Language learning, identity and globalization : learners of Brazilian Portuguese in England and learners of English and Spanish in Brazil

.

Language learning, identity and globalization : learners of Brazilian Portuguese in England and learners of English and Spanish in Brazil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Language learning, identity and globalization : learners of Brazilian Portuguese in England and learners of English and Spanish in Brazil
Outro título Aprendizagem de línguas, identidade e globalização : aprendizes de português brasileiro na Inglaterra e aprendizes de inglês e espanhol no Brasil
Autor Rottava, Lucia
Silva, Antônio Márcio da
Abstract This article focuses on language perceptions of language learners in the UK and Brazil. Most participants in the England are British but there are also some from different linguistic backgrounds: Chinese, French, Hebrew, Italian, Polish and Spanish. As for the Brazilian participants, they study English or Spanish as FL. This study discusses how these learners’ identity characteristics and the reasons why they have chosen to learn the language impact on their perceptions about language learning. The Brazilian Portuguese learners’ perceptions will be compared and contrasted with those of Brazilian students learning English and Spanish in Brazil. The research data was collected primarily through an adapted version of the BALLI questionnaire answered by all learners in two contexts, complemented by an interview. The results suggest that students have different perceptions about language learning due to their distinct linguistic backgrounds, the context in which they live, their interests (both professional and personal), and their opportunities to interact, among other reasons for choosing to learn each language.
Resumo Este artigo busca compreender percepções relativas às línguas que os aprendizes estão estudando em dois contextos: Inglaterra e Brasil. A maioria dos aprendizes de português como língua adicional em contexto britânico são ingleses, embora haja distintos backgrounds linguísticos: chinês, francês, hebreu, italiano, polonês e espanhol. Quanto aos participantes brasileiros, são estudantes de inglês ou espanhol como língua estrangeira. Este estudo discute como características da identidade destes aprendizes e as razões por terem escolhido aprender a língua em questão impacta suas percepções sobre a aprendizagem de LE. As percepções dos aprendizes de português, língua adicional, são comparadas e contrastadas às dos brasileiros aprendendo inglês ou espanhol no Brasil. Os dados da pesquisa foram gerados por meio de uma versão adaptada do questionário BALLI, respondido por todos os aprendizes nos dois contextos, complementado por entrevista. Os resultados sugerem que os estudantes têm diferentes percepções sobre a aprendizagem de LE em virtude de distinto background linguístico, do contexto em que vivem, de interesses (profissional e pessoal), das oportunidades para interagir, dentre outras razões porque escolheram aprender cada língua.
Contido em Acta scientiarum : language and culture. Maringá, PR. Vol. 36, n. 2 (apr./june 2014), p. 171-181
Assunto Língua espanhola
Língua estrangeira : Aprendizagem
Língua inglesa
Língua portuguesa
Percepção
[en] Context
[en] Foreign language
[en] Linguistic backgrounds
[en] Perceptions
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/106744
Arquivos Descrição Formato
000932665.pdf (603.3Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.