Repositório Digital

A- A A+

Evasão em curso de especialização multiprofissional em saúde da família : comparação entre modalidade a distância versus presencial

.

Evasão em curso de especialização multiprofissional em saúde da família : comparação entre modalidade a distância versus presencial

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Evasão em curso de especialização multiprofissional em saúde da família : comparação entre modalidade a distância versus presencial
Outro título Students dropouts in a multiprofessional specialization course in family health care : comparasion between distance learning and face-to-face courses
Autor Rinaldo, Rafaela Bianchi
Orientador Hugo, Fernando Neves
Data 2014
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ensino na Saúde.
Assunto Atenção primária à saúde
Educação à distância
Evasão escolar
[en] Distance education
[en] Primary health care
[en] Student dropout
Resumo O estudo situa-se no contexto atual do Sistema Único em Saúde (SUS) que busca, através da Política Nacional de Educação Permanente (PNEP), transformar e melhorar práticas na atenção à saúde. Valendo-se da Estratégia de Saúde da Família (ESF) para expansão e qualificação da Atenção Primária em Saúde (APS), o cenário atual brasileiro encontra como um dos seus desafios a qualificação em larga escala e de qualidade dos trabalhadores de saúde atuantes na rede. Este estudo se propõe a analisar a evasão em curso de especialização em APS nas modalidades presencial e a distância, oferecido aos profissionais de saúde atuantes na ESF, no intuito de qualificar a atenção em saúde prestada pelo SUS. Trata-se de um estudo de intervenção educacional, realizado no período de Agosto de 2012 a Julho de 2014, no contexto do Curso Multiprofissional de Especialização em Saúde da Família ofertado pela parceria da Universidade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre (UFSCPA) e Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) (modo a distância) e Associação Hospitalar Moinhos de Vento (AHMV) (modo presencial). A alocação dos participantes nas modalidades presencial ou a distância foi randomizada. Os participantes do estudo foram sessenta e quatro profissionais da área da saúde (médicos, enfermeiros ou cirurgiões-dentistas) que atuavam na APS e iniciaram o curso, trinta e oito na modalidade a distancia e vinte e seis na presencial. A evasão neste estudo foi entendida como saída definitiva do aluno do curso, sem conclusão do mesmo. As proporções de evasão encontradas foram de 30,7% para o modo presencial e de 57,8% para o modo à distância. Sugere-se um estudo qualitativo com os alunos evadidos para que sejam compreendidos os motivos que levaram a evasão em ambas modalidades, compreendendo o perfil e a necessidades destes alunos, buscando melhorias/mudanças no enfoque metodológico de ensino-aprendizagem utilizada na estruturação do curso EAD, no sentido de qualificá-lo e diminuir sua alta taxa de evasão, destacando novamente a responsabilidade/efetividade do próprio SUS na formação e qualificação do seu trabalhador, conforme a lei 8080.
Abstract This study is part of the present context of the Brazilian National Health System (SUS) that aims through the National Policy of Permanent Education in Health (PNEP) to transform and qualify heath assistance practices. Presently, one of the main challenges of the SUS is to increase access and qualify its primary care following its main strategy, the Family Health Strategy (ESF). The objective of this study is to analyze the students dropouts in an specialization course in Primary Health Care in two modalities, face-to-face and distance learning, offered to health care professionals active in ESF in order to qualify the health care provided by SUS. This is an education intervention study carried out between August 2012 and July 2014 in the context of multiprofessional specialization course in Family Health offered in partnership between the Universidade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre (UFSCPA) and the Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) (distance learning course) and the Associação Hospitalar Moinhos de Vento (AHMV) (face-to-face course). Students were allocated randomly to the face-to-face or distance courses. The study participants were sixty-four health professionals (dentists, physicians and nurses) working in primary care services enrolled in the course, thirty-eight in distance learning and twenty-six face-to-face. Student’s dropouts in this course was characterized as the definite abandonment of the course, without its conclusion. There were 30.7% of professionals that abandoned the face-to-face course and 57.8% that abandoned the distance learning course. We suggest a qualitative study to understand the reasons of students dropout, comprehending the profile and the needs of these students, seeking improvements/changes in the education/learning method used in the structure of distance learning course in order to qualify it and decrease its high dropout rate, emphasizing the responsibility/effectiveness of SUS in the qualifications of its workers, according to the law number 8080.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/106856
Arquivos Descrição Formato
000943951.pdf (714.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.