Repositório Digital

A- A A+

Migração de meandros fluviais : estudo dos mecanismos de erosão e deposição numa seção tipo no rio Ibicuí/RS

.

Migração de meandros fluviais : estudo dos mecanismos de erosão e deposição numa seção tipo no rio Ibicuí/RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Migração de meandros fluviais : estudo dos mecanismos de erosão e deposição numa seção tipo no rio Ibicuí/RS
Autor Schenk, Cristian Valenti
Orientador Roberto Verdum
Co-orientador Carolina Holz Boffo
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geografia: Bacharelado.
Assunto Deposicao
Erosão
Geomorfologia fluvial
Ibicuí, Rio (RS)
[en] Deposition
[en] Erosion
[en] Fluvial geomorphology
[en] Meander
Resumo A Geomorfologia fluvial representa um setor de destaque na ciência geomorfológica, pelo seu caráter condicionante da própria vida humana. Por exemplo, diversas civilizações no passado e no presente cresceram e se desenvolveram as margens de grandes cursos d’água. Visando os problemas de intervenção social que estão ocorrendo nos sistemas fluviais, são de fundamental importância os estudos na área da geomorfologia fluvial, para a compreensão dos elementos causadores desses problemas, as alterações processuais e morfológicas. Ao observar esta importância, entende-se que trabalhos como esse poderão se tornar uma ferramenta de apoio à gestão de recursos hídricos. O objetivo desse trabalho é compreender a dinâmica de migração de meandros fluviais, através do estudo dos mecanismos de erosão e deposição. Para isso, foram realizados ensaios em um modelo fluvial experimental em forma de meandro, com dimensões de 11 m de comprimento 30 cm de largura e 25 cm de altura, medindo suas velocidades secundárias de fluxo, utilizando um Perfilador Ultrassônico de Velocidades por efeito Doppler (UVP). Posteriormente foram gerados mapas de velocidades, para relacionar os perfis de velocidades secundárias com as zonas de erosão e deposição. Para comparar os dados experimentais com a realidade, foi realizada uma saída de campo, para analisar e fazer registros fotográficos em um meandro localizado no rio Ibicuí, a jusante da cidade de Manuel Viana/RS e, também, foi criado um mapa de acompanhamento temporal, no período de 26 anos, utilizando imagens Landsat TM 5 e o software ArcGis. Ao comparar os processos erosivos e deposicionais que ocorrem na seção tipo com as velocidades secundárias identificadas e analisadas nas seções do modelo experimental, se pode observar similaridades entre os dois casos, isto é, modelo e realidade. As informações geradas no modelo experimental ajudam a compreender as zonas de erosão e deposição da seção tipo real. Estas informações são relevantes para determinar as zonas de riscos de erosão e assoreamento que, dependendo da situação, podem trazer prejuízos ou benefícios ambientais e socioeconômicos aos ribeirinhos.
Abstract Fluvial Geomorphology is a prominent field of Geomorphological Science, for, in many respects, it conditions human life itself. For example, many civilizations, past and present, emerged and grew near the banks of major waterways. Studies in Fluvial Geomorphology are key to uncover the causes of problems arising from social intervention on fluvial systems and to explain processual and morphological changes resulting from it. Consequently, it is believed that studies such as this – which aims to investigate the dynamics of river meanders migration, through the study of the mechanisms of erosion and deposition – may serve as tool to support the management of water resources. Thus, studies were conducted on an experimental meander-shaped fluvial model 11 m long, 30 cm wide and 25 cm high, in which measurements of secondary flow velocities were made using a profiler with Ultrasound Velocity Profile (UVP) probes. Subsequently, the measured data were used to generate velocity maps, aiming to try to establish a relation between the secondary velocities profiles and the areas of erosion and deposition. Aiming to enable a comparison between experimental data and real data, a field trip was conducted to analyze and make photographic records of a meander located in Ibicuí river, downstream from the town of Manuel Viana/RS. A time monitoring map was also created, comprising the period of 26 years, using Landsat TM 5 images and ArcGIS software to process them. Comparing the erosive and depositional processes that occur in the natural section studied with the secondary velocities identified and analyzed in the sections of the experimental model, quite a few similarities can be seen between the two cases, i.e., model and reality. The information generated in the experimental model helps to understand the areas of erosion and deposition of the real, natural section. This information is relevant for determining the areas with risk of erosion and sedimentation that, depending on the situation, may bring harm or environmental and socioeconomic benefits to riverine.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/106968
Arquivos Descrição Formato
000945095.pdf (5.466Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.