Repositório Digital

A- A A+

O processo criativo a partir do deslocamento urbano : do voo e pouso no desenho

.

O processo criativo a partir do deslocamento urbano : do voo e pouso no desenho

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O processo criativo a partir do deslocamento urbano : do voo e pouso no desenho
Autor Silva, Lívia dos Santos
Orientador Goncalves, Flavio Roberto
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais.
Assunto Desenho
Deslocamento : Arte
Pêndulo
Performance
[it] Disegno
[it] Pendulo
[it] Performance
[it] Spostamento
[it] Treno
Resumo Esta dissertação analisa o processo criativo e o desenho que ocorre no momento em que o deslocamento é realizado e captado no interior do trem, entre o período de 2012 a 2014. A pesquisa revela o deslocamento urbano como local e o chão do vagão como a superfície de suporte. Os desenhos são formados pela transmissão de impulsos e balanços, a partir de instrumentos pendulares que oscilam de forma diversa a cada instante. O desenvolvimento do ato performático foi intercalado pela experiência do corpo nas atividades acrobáticas em tecido aéreo durante aulas de circo. As ações do cotidiano, como deslocar-se e pendurar-se, geraram esta pesquisa ancorada nas reflexões de Peter Greenaway, em Le bruit des nuages, Anne Bénichou, em Esses documentos que são também obras... , Albert Camus, em O mito de Sísifo e Leo Steiberg, em Outros Critérios. A prática artística entre os desenhos feitos com o balanço do trem e as performances, são relacionadas com os processos dos artistas: Eduardo Costa, Carolee Schnemann, Rebecca Horn e William Anastasi.
Riassunto La dissertazione analizza il processo creativo e il disegno che avviene nel momento in cui lo spostamento accade e si registra all’interno del treno nel período compreso dal 2012 al 2014. La ricerca rivela lo spostamento urbano come posto e il pavimento del vagone come la superfície di suporto. I disegni si formano dalla trasmissione degli impulsi e dei dondoli tramite instrumenti pendolari che oscillano in forme diverse ad ogni instante. Lo svillupo dell’atto performativo é stato intercalato dalla sperienza del corpo nei compiti acrobatici su tessuti aerei durante le lezioni di circo. Le azioni del quotidiano, come lo spostarsi e l’appendersi sono state le origini di questa ricerca basata sulle riflessioni di Peter Greenaway nel Le bruit des nuages, Anne Bénichou nel Questi documenti sono anche opere..., Albert Camus nel Mito di Sisifo e Leo Steinberg em Altri Criteri. La pratica artística nei disegni fatti com l’oscillazione del treno e le prestazioni sono riferite ai processi degli artisti Eduardo Costa, Carolee Schnemann, Rebecca Horn e William Anastasi.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/106982
Arquivos Descrição Formato
000944973.pdf (6.626Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.